Blog do Neto

Arquivo : setembro 2012

‘Burrito’ precisa ter sequência de jogos no Corinthians
Comentários 44

Neto

Quando o Santos enfrentou o Velez pela Libertadores já comecei a reparar na qualidade desse atacante Martínez, conhecido no País dele com o apelido de Burrito. Não à toa elogiei a diretoria do Corinthians por tê-lo contratado. Agora só falta sequência, né? Sempre quando entra em campo o Timão melhora. No primeiro duelo do Superclássico das Américas me pareceu o jogador mais lúcido e produtivo da seleção argentina. Só cabe agora ao técnico Tite arranjar a melhor maneira de encaixá-lo entre os titulares.

Martínez tem que ser titular do Timão

Pra mim, se realmente não for para utilizar o centroavante de referência, principalmente pela ‘nhaca’ do Paolo Guerrero, a melhor alternativa era treinar o Martínez com o Emerson lá na frente. Com todo respeito ao Romarinho, que vem sendo um talismã do Timão nas últimas partidas, o gringo tem mais condição de ser titular. Quer dizer, em determinado momento o Tite poderia até testar um trio ofensivo com Emerson, Martínez e Romarinho. Acho que renderia bem.

Soube que o principal foco do Corinthians nesse Brasileirão é alcançar os tais 44 pontos. Um número que seguramente livraria o Timão de uma possibilidade ilusória de rebaixamento (no momento faltam 9 já que soma até aqui 35 pontos). A partir daí começaria um planejamento mais voltado para a disputa do Mundial de Clubes do Japão, que terá o time brasileiro estreando dia 12 de dezembro. É tempo mais do que suficiente para todo o elenco estar na ponta dos cascos. Pelo menos é o que a Fiel espera, né?


Baita bola dentro do Tricolor!
Comentários 92

Neto

Vou ser sincero que em determinado momento da novela achava que o Ganso acertaria com o Grêmio. Principalmente pela provável influência que o Luxemburgo poderia exercer na cabeça do jogador. Mas a diretoria do São Paulo foi inteligente, soube lidar com todas as dificuldades e acertou o negócio. Foram quase R$ 25 milhões! Uma grana que no meu ponto de vista foi bem investida. Tecnicamente ele é o melhor meia do futebol brasileiro. Um dos melhores do mundo. Principalmente no sentido da visão de jogo. Daqueles armadores à moda antiga. Basta apenas ter a cabeça no lugar e desenvolver.

Ganso foi apresentado no São Paulo

O problema é que no Santos a coisa não estava fluindo. Talvez fosse a falta de valorização, que ele reclamava tanto. Ou talvez fosse o constante conflito de seus empresários com o clube. Não sei. Fato é que ultimamente ele vinha frequentando muito mais o departamento médico que os gramados. Isso não só era ruim para a análise do desempenho dele no clube como também na Seleção Brasileira. Foi um fiasco nos Jogos Olímpicos e acabou perdendo a posição para o Oscar.

Espero que agora em um novo ambiente, mais valorizado e paparicado, ele finalmente volte a apresentar aquele futebol genial que o projetou. Creio que vai acontecer.

Reforço carioca: Os cartolas são-paulinos foram inteligentes e acertaram nessa sexta-feira o empréstimo do meia-atacante Negueba, do Flamengo. Ele chega como parte de pagamento dos direitos do Cléber Santana, que foi para a Gávea. Achei um excelente negócio. É uma boa revelação e deve ser mais uma boa alternativa ofensiva para o técnico Ney Franco. Mas atenção torcedores! Tem que esperar: é só para 2013!


Papo Reto com Porpetone
Comentários 31

Neto

Nesta quinta-feira quase morri de tanto dar risada. Esteve comigo nos estúdios do UOL Esporte um dos maiores humoristas deste País: Alexandre Porpetone. Além de falar um pouco da trajetória da vida dele, inclusive de como começou a fazer imitações, presenteou a gente com alguns de seus 150 personagens. Obviamente aqueles que estão envolvidos no meio do esporte. Ah, rolou até um pouco do Tufão da novela. Demais! Acompanhe todos os detalhes deste ‘Papo Reto’, que vai ao ar todas as quintas-feiras, ao vivo, a partir das 17h. Depois, claro, na íntegra aqui no Blog. Se prepare para rir como nunca!


Qual Felipão o torcedor deseja???
Comentários 97

Neto

O Brasil venceu a Argentina no finalzinho e mesmo assim todos ouviram em alto e bom som os torcedores de Goiânia pedindo a cabeça do técnico Mano Menezes. Mais precisamente clamavam pela volta do Felipão, campeão do mundo com a Seleção em 2002. Até aí nada mais natural já que o atual comandante definitivamente não agrada. Aliás, diga-se de passagem, isso ocorre muito mais pela apatia do time e falta de padrão tático do que propriamente pelos resultados. Mas o que fico pensando é o seguinte: qual o Felipão que a torcida tanto quer ver de volta no cargo máximo do futebol brasileiro?

Treinador dirigiu o Brasil no penta de 2002

Alguém pode estar me perguntando: como assim? Explico! Será que passados dez anos ainda é possível ter aquele comandante voluntarioso e participativo do penta? Tenho minhas dúvidas. Até porque analisando bem, de lá pra cá o Felipão conseguiu convencer em pouquíssimas oportunidades. Talvez só na Seleção de Portugal, onde alcançou alguns feitos inéditos como o vice na Euro de 2004 e a semifinal da Copa da Alemanha.

Mas depois foi um fracasso atrás do outro. No Chelsea foi um fiasco tremendo e acabou demitido. Brigou até com o Drogba, a estrela dos ‘azuis’ na ocasião. É brincadeira? Depois foi parar no desconhecido Uzbequistão onde executou um trabalhinho bem feijão com arroz. Depois veio passar vergonha no Palmeiras. Com exceção, claro, do título da Copa do Brasil. Muito pouco para quem era tão idolatrado, bem remunerado e que ficou tanto tempo no clube. Ridículo mesmo foi ele ter pulado do barco nas vésperas de um possível rebaixamento. É o fim da picada!

É por isso que gostaria de pedir que o torcedor brasileiro fizesse uma reflexão antes de pedir o retorno do Felipão. Não sei se seria o melhor nome para esse momento. Acredito que para agora os nomes ideais seriam o de Muricy Ramalho ou de Vanderlei Luxemburgo. Independente dos defeitos de cada um, ainda são os melhores do ramo no País. O Tite de repente também poderia ter esperanças. Agora o ex-técnico do Palmeiras já perdeu o bondinho dele. Pelo menos para mim. E você?

Tags : Felipão


Que estreia do Oscar! Abre o olho Timão!
Comentários 77

Neto

Participei nesta quarta-feira, ao lado dos amigos Téo José e Mauro Beting, da transmissão da Band do jogo entre Chelsea e Juventus pela Liga dos Campeões da Europa. Os ingleses, que vão estar no Mundial de Clubes juntamente com o Corinthians em dezembro, tentam o bicampeonato do torneio. E posso falar a verdade? Que estreia do brasileiro Oscar, hein? Era o primeiro jogo dele como titular dos azuis e o primeiro nesse tipo de competição. O ex-jogador do São Paulo e do Inter não se intimidou, meteu dois baita golaços e foi responsável direto pelo empate do time dele.

Meia brasileiro fez dois gols na estreia da Liga

Ainda mais que a atuação do Oscar, o que mais me impressionou no Chelsea é que ele parece estar ainda melhor que na última temporada. Se antes eles tinham como principal característica a força física e marcação dura, agora foi formada uma equipe mais jovem e rápida. Tecnicamente superior. O espanhol Torres substituiu o artilheiro Drogba. Ainda entraram nessa equipe o Oscar e o belga Hazard, um menino de 21 anos que arrebentou na última temporada pelo Lille da França.

Nessa o torcedor do Timão me pergunta: como parar esses gringos? Primeiro que o foco do Tite tem que ser naquele jogo anterior. O da semifinal. O mesmo que o Inter de Porto Alegre acabou surpreendido pelos africanos do Mazembe. Lembram? Pois é, a partir daí a preocupação corintiana precisar estar na saída de bola de qualidade do Lampard e nos avanços mortais do brasileiro Ramires. Isso sem contar as infiltrações e chutes  do Oscar, é claro! Resumindo: atenção com o contra-ataque. Como ponto fraco vejo a defesa deles por baixo. Se o Timão chegar com velocidade e tabelando pode furar a zaga deles, que é um pouco lenta e sem técnica. E  cansam, viu? No jogo contra a Juve sofreram o empate no final.

Mas como o jogo é jogado e não falado, vamos esperar. Mas é bom ficar claro que o Corinthians tem chances sim de ser bicampeão. Por melhor e mais milionário que sejam os ingleses. Bons exemplos disso temos aos montes, como as recentes vitórias de São Paulo sobre o Liverpool em 2005 e do Inter sobre o Barça na temporada seguinte.


Torcida do Palmeiras tem que estar com o time
Comentários 77

Neto

A fase está feia! Não dá pra negar. Sair do rebaixamento é quase impossível. Mas se ainda existe uma salvação para o Palmeiras, ela está diretamente relacionada ao apoio da torcida. Vejam o caso do Fluminense em 2009. Estava em situação até pior que a dos paulistas. Mas a massa fechou com o time e jogo a jogo o time carioca conseguiu escapar do descenso. O que não pode é acontecer as cenas vistas no clássico contra o Corinthians. Pelo amor de Deus! Os caras arrebentaram com o estádio! Quebraram bancos e jogaram no gramado. Não satisfeitos ainda estouraram a proteção de acrílico que os separavam da Área Vip.

Palmeirenses quebraram vários assentos do Pacaembu

Resumo da ópera, o árbitro relatou tudo na súmula e provavelmente o Palmeiras perderá vários mandos de jogos. Consequentemente perderá uma baita grana, né? Ah, sem contar que terá de indenizar a administração do Pacaembu. Valeu tanta revolta? Mudou alguma coisa? Nada, poxa vida! Aliás, só piorou. Na realidade agora é a hora do palmeirense ficar ao lado da equipe. O elenco não é lá essas coisas? É verdade! Mas nada que um pouco de ‘sangue nos olhos’ e raça não resolva. Até porque, já comentei aqui mesmo nesse espaço, tem pelo menos uns cinco ou seis times bem piores que o Verdão nesse Brasileirão.

Óbvio que o planejamento foi mal executado e o elenco mal formado. Mas isso é passado! Já foi! O próprio Felipão já foi! Não tem mais tempo para lamentar. E nem achar que virá um treinador ‘Salvador da Pátria’. O torcedor tem que se unir para o bem se quiser ver o clube longe dessa situação. Caso contrário, é melhor pensar nos jogos longes e complicados da Série B. Quem diria, hein?

 


Do jeito que está é melhor parar de fazer gols!
Comentários 126

Neto

Romarinho comemora gol contra o Palmeiras

Essa rodada ficou marcada por dois fatos bem inusitados. Fatos, aliás, que vem sendo recorrentes no futebol brasileiro. Tanto em São Paulo como em Curitiba vimos jogadores levando cartões amarelos por comemorarem seus gols. É brincadeira?? Se isso acontecesse no meu tempo soaria como piada do árbitro. Vejam só, no Pacaembu o corintiano Romarinho fez o gol no clássico e saiu para festejar. Mas só porque foi para o lado da torcida do Palmeiras (que era maioria por ter o mando do jogo), levou o amarelo do Sr. Marcelo Ribeiro de Souza. Não existiu a provocação que tantos estão falando. É só ver o lance. Não dá pra brigar com a imagem.

Já em Curitiba o Santos perdia para o Coxa e a torcida paranaense xingava e vaiava o Neymar. Pra que? Em dois lances isolados o moleque pegou a bola e virou o jogo. No primeiro ele enfileirou um monte de adversários e marcou um baita golaço. No segundo foi comemorar com os santistas que estavam no Couto Pereira. Não teve provocação. Não tirou a camisa. Mesmo assim levou o cartão amarelo. O terceiro que lhe suspende da próxima partida do Peixe. O motivo? Segundo o catarinense Ronan Marques da Rosa o camisa 11 teria demorado na comemoração. É brincadeira???

Estou começando a achar que é melhor os jogadores pararem de fazer gols. Poxa vida! Tudo é motivo de punição. Até gol? Que absurdo! Estava na hora do presidente da Comissão Nacional de Arbitragem, Aristeu Leonardo Tavares, rever melhor essa regulamentação. Isso se ela existir, né? O cara não pode ser punido por comemorar um gol. De maneira alguma. Chega a ser ridículo!

Se existe uma atitude errada em comemorar os gols e tirar a camisa é o fato de esconder o patrocinador na hora do gol. Isso realmente pode gerar discussão. Mas não a ponto de ter uma punição do árbitro. Quem é punido com essa atitude é o clube e a empresa que banca a propaganda. Portanto eles deveriam conversar com o jogador. A arbitragem não tem nada com isso.

Tags : arbitragem


Pitacos da rodada
Comentários 102

Neto

O Brasileirão afunilando e muitas coisas se decidindo no campeonato. No sábado o líder Fluminense patinou feito e perdeu para o lanterna Atlético/GO. O internautas podem me cornetar. Mas isso pra mim foi desvio de percurso. O time das Laranjeiras ainda é bem superior aos rivais. E estava sem o Fred, hein? Ele faz uma falta tremenda! Já o outro Tricolor, o São Paulo, superou a Portuguesa graças a capacidade da dupla Luis Fabiano e Lucas. andei lendo que com os dois em campo o aproveitamento do time é superior aos dos líderes. Sem eles é passível de rebaixamento. É brincadeira???

A mesma coisa acontece com o Santos. Com o Neymar as atuações ganham outro brilho. E não me canso de elogiar esse moleque. Há muito tempo não vejo um só jogador ser tão decisivo. Com ele o Peixe seria um dos primeiros colocados. Sem ele a coisa aperta. Culpa da Seleção? Vixe! Provavelmente. Mas faz parte. Cabe a diretoria rever esse planejamento.

Já o impressionante Bahia venceu mais uma. Dessa vez despachou o Figueirense e mostrou muita consistência sob o comando do Jorginho. Esse cara revolucionou o time. Demais! Cruzeiro e Vasco empataram. Resultado menos pior para os cariocas que seguem no G-4. Mas vêem a distância diminuir para os rivais que vem de trás.

Derrota rui mesmo foi a do Atlético/MG para o Náutico. Quando critiquei a qualidade do elenco do Galo muito torcedor me encheu a paciência. Mas a realidade é que o time é muito bom. Um dos melhores. Mas tem hora que o cansaço pesa. Faz parte. E o Palmeiras? Pelo amor de Deus! O clássico foi decidido pelas bobeadas defensivas do Verdão. O Juninho entregou para o Romarinho no primeiro gol. A vacilada do João Vítor gerou o segundo. Discutir a expulsão do Luan é muleta. A realidade é que a coisa está mais crítica do que a gente imagina. Ainda mais porque a demissão do Felipão, que tanto contestei, foi negada pelo Valdívia. Após o jogo o chileno disse que o treinador pulou fora do barco. É brincadeira? Desse jeito vai cair mesmo!

Ah, e o meu amigo Edmundo, comentarista da Band e ídolo do Verdão, lembrou de uma coisa bem interessante. Disse que na gestão do Felipão a diretoria do Palmeiras contratou 9 jogadores do São Caetano. É brincadeira? É estranho ou não é? Mais tarde o Grêmio não aproveitou a chance de colar mais na ponta e só empatou com o Flamengo. E isso porque esteve na frente durante boa parte dos 90 minutos. Não fosse o gol do garoto Adryan no final a situação estaria muito mais negra do que rubro. Com o perdão do trocadilho.

Nos outros dois jogos de fundo, os empates entre Inter e Sport e Ponte e Botafogo pouco significaram na tabela. Aliás, pra dizer a verdade, acabou sendo ruim para todos. Tanto na parte de baixo como de cima da classificação.

Tags : pitacos


Diretoria rubro-negra trata Cléber Santana como salvação
Comentários 115

Neto

Tudo indica que o volante Cléber Santana, ex-Santos e São Paulo, deva ser o novo reforço do Flamengo para a sequência da temporada. Ou seja, se vier terá a responsabilidade de salvar o time carioca dessa situação crítica na tabela. Ameaçado inclusive de rebaixamento. É mole? Fiquei sabendo que alguns dirigentes rubro-negros já viajaram para Florianópolis para tentar tirá-lo do Avaí, seu atual clube.

Volante atualmente disputa a Série B pelo Avaí

O mais ridículo é a maneira que os cartolas estão lidando com o negócio. Soube que além de uma quantia em dinheiro, seriam oferecidos em definitivo os direitos de mais dois ou três jogadores do atual elenco do Mengão. Dá pra acreditar? Os nomes desses atletas eu não sei. Mas por piores que sejam não devem ser tão fracos a ponto de valerem um terço desse jogador, que por sinal já está em uma fase descendente na carreira. Pra falar a verdade, tirando as boas campanhas no Santos no bicampeonato estadual de 2006 e 2007, não me lembro de outra grande fase dele.

Se vai dar certo ou não só o tempo dirá. Mas sinceramente eu não apostaria nesse momento em um jogador como ele. Até porque no meu modo de ver ele está longe de ser o salvador da pátria. Tá louco, viu? Da Gávea é uma lambança atrás da outra.


Padrinho do Rugby com muito orgulho!
Comentários 15

Neto

O que começou com uma brincadeira e conversa entre amigos acabou se tornando realidade. Hoje sou padrinho do time de rugby que o Corinthians está montando. Quer dizer, apesar de ter jogado futebol e ter um carinho especial pelo esporte, sempre respeitei e admirei a modalidade.  Que, diga-se de passagem, tem até um “Q” de futebol. Estive duas vezes na África do Sul e soube que o presidente Nelson Madela usou a paixão do povo pelo rugby para unir negros e brancos. Acabou com aquela bobagem do ‘Apartheid’. Uma história simplesmente maravilhosa!

Pouca gente sabe, até pela divulgação restrita aqui no Brasil, mas o rugby é o segundo esporte mais praticado no mundo. É brincadeira??? De quebra tem o terceiro maior evento esportivo do planeta. Só pra se ter uma ideia, a Copa do Mundo de Ruby tem uma audiência global de mais de 4 bilhões de espectadores, ficando atrás somante das Olimpíadas e do Mundial de futebol. São mais de 5 milhões de praticantes por todo o mundo, desses 10 mil só aqui no nosso País.

O mais bacana é que o ‘Corinthians Rugby’ está se preparando para formar novos atletas. O clube anunciou a criação de escolinhas para crianças entre 10 e 17 anos. A primeira unidade será aberta no Alto da Lapa a partir do final do mês de setembro e contará com uma metodologia internacional de ensinamentos. Todas as informações de peneiras e jogos publicarei aqui no Blog e/ou minhas redes sociais. Valeu galera!

Tags : Rugby