Blog do Neto

Arquivo : Corinthians

Verdão é superior mas clássico termina empatado
Comentários Comente

Neto

Henrique é o artilheiro do Brasileirão com 15 gols

Henrique é o artilheiro do Brasileirão com 15 gols

O Palmeiras recebeu o Corinthians tendo vantagem histórica no clássico. Já o Timão tinha o retrospecto recente positivo contra o arquirrival. E as duas equipes fizeram um baita de um jogo no Pacaembu! Se tivesse forçado nos primeiros 20 minutos o Timão poderia ter saído na frente. Mas o artilheiro Henrique aproveitou o erro de cobertura do lateral Fágner e colocou o Verdão na frente. Daí em diante o time do Dorival Junior controlou a partida. Teve iniciativa nas principais ações ofensivas.

A molecada se superou com a trinca com Vítor Luís, João Pedro e Nathan, todos na faixa dos 18 anos. Os três foram muito bem! Por sinal esse menino zagueiro é excelente! Tem muito futuro. Não à toa colocou merecidamente o pentacampeão Lúcio sentadinho no banco de reservas. No segundo tempo existiu um pênalti do Tobio no Malcom que o árbitro ignorou. O argentino calçou o atacante corintiano. Mas ainda assim o Palmeiras merecia a vitória. Só não fechou o placar porque o Wesley chutou uma bola que bateu na trave.

Nos acréscimos o Danilo chutou uma bola que ia pra fora e o goleiro Fernando Prass falhou. A bola passou rasteira no canto dele. Não dá pra negar que o goleirão melhorou o sistema defensivo do time. Mas que errou, errou. Assim como tinha errado no meio de semana no empate contra o Cruzeiro.

O resultado de empate acabou sendo ruim para os dois. Para o Verdão porque não se livra totalmente do fantasma do rebaixamento. Se bem que venho falando que pra mim o Palmeiras NÃO CAI MAIS! Já o Corinthians ficou com gostinho de vitória por causa do empate no final. Mas é pouco. Poderia ter dado um salto grande e se aproximar do Cruzeiro na liderança. Mas falta ambição e qualidade para esse elenco do Mano Menezes. Se conseguir a vaga no G-4 já vai sair no lucro.

Ah, teve gente que criticou a firula do Valdívia. Discordo. Ele estava certo em fazer aquilo. Fez quando precisava segurar o jogo. Talvez se tivesse ficado até o fim o resultado teria sido diferente. Vai saber…


Embaçar com o Guerrero é brincadeira, hein?
Comentários Comente

Neto

Guerrero tem 39 gols em 105 jogos com a camisa do Timão

Contrato do camisa 9 com o Corinthians termina em julho de 2015

Indiscutivelmente maior ídolo da atual geração do Corinthians, o atacante Paolo Guerrero vive tempos de renovação de contrato. Seu vínculo com o clube termina em julho de 2015. O mais curioso é que a diretoria está jogando duro para aceitar a pedida do jogador. Sinceramente não me interessa quanto é, só acho curioso os caras enrolarem o camisa 9 sendo que bancam vários milhões de reais para jogadores de outros times. Dois exemplos clássicos e polêmicos são Emerson Sheik e Alexandre Pato. Com os dois somados o Timão gasta mais de R$ 1 milhão por mês. O primeiro para ficar em casa (já que foi dispensado do Botafogo) e o segundo para fazer gols pelo arquirrival São Paulo.

Se for levar em consideração tudo o que o Guerrero fez pelo Corinthians, principalmente os dois gols do Mundial de Clubes de 2012, acho que a cúpula corintiana poderia ser mais maleável. Aliás, penso que assim tem que ser com quem rende e merece. Precisa ter uma atenção especial. Se for causar ciumeira, dane-se. Afinal, como perder seu principal artilheiro das últimas temporadas? Só pode ser piada, né?

Vou ser sincero que por tudo o que o Guerrero fez e vem fazendo ele mereceria um busto lá no Parque São Jorge. E isso não tem nada de exagero. Repito: é fundamental respeitar e valorizar os ídolos de verdade.


Quem substituirá o Mano?
Comentários Comente

Neto

Oswaldo de Oliveira é o preferido do gerente Edu Gaspar

Oswaldo de Oliveira é o preferido do gerente Edu Gaspar

Já venho falando há algum tempo que a ideia do Mario Gobbi sempre foi manter o técnico Mano Menezes no cargo enquanto o mesmo fosse presidente. E apesar de toda pressão para derrubá-lo, por incrível que pareça, esse ainda é o projeto. Mas a pergunta que não quer calar: quando sair, quem substituirá o Mano? O nome óbvio, o do Tite, é tão óbvio que acaba não sendo uma certeza tão absoluta. Ele é sim o preferido por parte da nova chapa que ficará no poder no próximo mandato (eleições marcadas para fevereiro de 2015).

Mas e se os resultados não vierem no Brasileiro de imediato? Vão ser obrigados a derrubar o Mano antes da hora. Nesse caso o mais simples e barato era ‘inventar’ uma dupla com o Sylvinho e o Alessandro. São ex-jogadores de sucesso que poderiam agradar a torcida. Mas existe uma outra opção, que é até a vontade do Edu Gaspar, gerente de futebol do clube. A de contratar o Oswaldo de Oliveira. Desde que ele deixou o Santos está desempregado.

Nessa turbulência Mario Gobbi segue tentando ser o mais correto possível. Não quer fazer nenhum contrato de técnico que ultrapasse o seu período no poder. Só não dá pra saber se a pressão por uma vaga na Libertadores permitirá essa postura até dezembro. Que fase, hein?


Vergonha e desrespeito!
Comentários Comente

Neto

Apesar do cansaço por defender a Seleção, Tardelli pediu para jogar no Galo

Apesar do cansaço por defender a Seleção, Tardelli pediu para jogar no Galo

A manhã desta quinta-feira tem sido dura para o torcedor corintiano. Afinal a eliminação da Copa do Brasil, sobretudo da maneira que foi, entristeceu a Fiel. Mas a grande verdade é que temos que reconhecer a superioridade do Atlético/MG. Jogou muito mais bola durante os 90 minutos e mereceu muito essa classificação. A pergunta que me faço apenas é a seguinte: será que o time do Mano Menezes respeitou a força do Galo?

Tenho minhas dúvidas. Na entrada em campo, por exemplo, vi o Diego Tardelli escalado como titular. Já o mesmo não aconteceu com o zagueiro Gil e o meia Elias. Por que isso? Pra mim tem cara de desrespeito. O treinador achou que a vantagem do placar de 2 a 0 em São Paulo era suficiente. Quebrou a cara. Aliás, a postura dessa partida frente aos mineiros tem sido a mesma de quando o Timão encara rivais de menor expressão. Total apatia.

Arrisco a dizer que a derrota sofrida para os atleticanos nesta quarta foi uma das eliminações mais vergonhosas da história do clube. Dá pra aceitar um 4 a 1 com tranquilidade? Para vai! Placar digno de derrubar treinador. Mas isso não vai acontecer porque o Mano está fechado com o presidente Mario Gobbi até o final de seu mandato. E como o cartola vai sair do cargo em 2015, sei não se comandante se preocupou tanto com a desclassificação.

Só sei que é hora de alguém acordar no clube. O Corinthians precisa de mudanças e não são poucas.


Fim da unanimidade por Ralf
Comentários Comente

Neto

Ídolo do clube, o volante Ralf caiu de produção em 2014

Ídolo do clube, o volante Ralf caiu de produção em 2014

Durante algumas temporadas o torcedor do Corinthians se acostumou a escalar o Ralf em seu meio-campo. Não dava pra encontrar uma pessoa sequer na Fiel que deixava o volante de fora de seu time titular preferido. E com razão, né? Afinal o camisa 5 sempre foi peça-chave em alguns dos principais títulos do clube entre 2011 e 2013. Compôs uma dupla quase que perfeita com o Paulinho, que hoje defende o Tottenham na Inglaterra.

Pois bem, Ralf também teve propostas de fora do País. Inclusive uma sondagem feita pelo poderoso Bayern de Munique do técnico Guardiola. Acontece que nada se concretizou e ele ficou no Timão. Já são quatro anos vestindo a camisa alvinegra e quase 300 jogos. Por alguma razão em 2014 ele não tem tido o mesmo rendimento de outros tempos. Tem errado passes simples, a disposição na marcação caiu e os problemas físicos apareceram. Resultado: se lesionou, foi substituído e o time melhorou radicalmente de produção.

Por incrível que pareça hoje o intocável Ralf já não é tão intocável assim. Vejo muitas pessoas preferindo esse sistema de volantes funcionando com Bruno Henrique e Petros. A pegada aumenta e a saída de bola ganha em qualidade. É claro que o camisa 5 precisa ser respeitado como ídolo, mas se ele não voltar a jogar bem será ultrapassado pelos companheiros de elenco. Isso pode significar o fim do ciclo de mais um campeão mundial do Timão.


EMERSON SHEIK – ENTENDA O CASO
Comentários Comente

Neto

Sheik: "A CBF é uma vergonha!"

Sheik: “A CBF é uma vergonha!”

POR HERÓI JOÃO PAULO VICENTE*

Os noticiários dão conta de que Sheik fora mandado embora do Botafogo. Os motivos envolvem questões técnicas e, pelo que a reportagem da Folha apurou, a decisão partiu do Presidente, Mauricio Asssumpção.

Naturalmente, a decisão envolve o Corinthians, Clube Cedente (que emprestou). A dúvida que remanesce diz respeito ao eventual retorno do polêmico e vitorioso atleta ao futebol paulista e as consequências que se seguirão, em especial quanto ao aspecto financeiro e desportivo.

É sabido que Sheik não é um atleta barato. O que o torcedor Corinthiano tem que entender é que o regresso do jogador ao elenco depende de uma eventual concordância do departamento de futebol, já que a posição jurídica é muito clara. O atleta estava emprestado por prazo determinado e o Clube carioca jamais poderia rescindir o contrato “por questões técnicas”. Quanto ao pagamento de seu salário, a questão restou absorvida pela negociação com o meia Nicolás Lodeiro, sendo que deverá ser integralmente pago pelo clube paulista, segundo o Blog do Neto apurou.

A questão relevante é que Sheik – se retornar – ainda assim não poderá jogar o brasileirão neste ano, por conta do número de partidas que disputou pelo Botafogo.

Resta saber se o Corinthians, através de sua diretoria de futebol, avalizará o retorno do atacante para o ano de 2.015. Currículo indiscutivelmente o profissional possui, tendo sido Campeão Brasileiro, da Libertadores e do Mundial. O problema é que sua fase atual não inspira admiração.

REGULAMENTAÇÃO DO EMPRÉSTIMO – O empréstimo de jogadores não é nenhuma novidade. A matéria está regulamentada no artigo 39 da Lei Pelé. O atleta cedido temporariamente a outro Clube que tiver os salários em atraso, no todo ou em parte, por mais de 2 (dois) meses, notificará o cedente para, querendo, pague a dívida. O não pagamento ao atleta de salário e contribuições previstas em lei, implicará a rescisão do contrato de empréstimo e a incidência da multa prevista, a ser paga ao atleta pelo Clube cessionário.

Ainda de acordo com a Lei Pelé, ocorrendo a rescisão mencionada, o atleta deverá retornar ao Clube cedente para cumprir o antigo contrato especial de trabalho desportivo.

ENTENDIMENTO DA JUSTIÇA - Não há dúvida de que o clube cessionário pode ser classificado como empregador durante o empréstimo do atleta, já que a entidade é a beneficiária dos serviços por ele prestados, de forma habitual, subordinada, remunerada e pessoal, por meio de contrato específico. Tanto que é comum que as

CTPS dos jogadores emprestados contenham anotações de dois contratos, um com cada clube de futebol.

* HEROI JOAO PAULO VICENTE É Advogado e Colunista, pós graduado em Direito Desportivo e Processo Civil.


Duas situações distintas
Comentários Comente

Neto

Mano Menezes comemorou gol do Corinthians com dancinha

Mano Menezes comemorou gol do Corinthians com dancinha

Apesar de reconhecer algumas poucas qualidades, nunca escondi minhas críticas ao Mano Menezes como técnico de futebol. As dificuldades dele de compreensão do jogo de futebol ficaram bem evidentes com o resultado do Corinthians desta quarta-feira. Ficou óbvio que o treinador armou bem a equipe para enfrentar o Atlético/MG pela Copa do Brasil. A equipe foi posicionada defensivamente jogando por aquela única bola (acabaram pintando duas!) e o mais importante: não ter sofrido gols dentro de casa. Aconteceu exatamente o que ele queria. Tudo perfeito. Rolou até dancinha.

O erro está justamente no treinador ter a mesma postura com o time atuando pelo Campeonato Brasileiro. Nesse estilo de torneio por pontos corridos ele precisa ser ousado. Partir pra cima, fazer gols e somar pontos. Sobretudo quando as partidas são dentro de casa. Mas o Mano segue retrancando a equipe mesmo contra adversários considerados menores. Isso a longo prazo prejudicou o Timão na classificação do campeonato. Tanto é que dificilmente voltará ao G-4.

O curioso é a ironia que o treinador usa em suas respostas na coletiva de imprensa. Acha que inventou o futebol é que todo mundo da imprensa é ignorante. Mas não é assim não. Tem muita gente rodada por aí que entende muito mais de bola que ele. E não falo nem de mim! Esse cara deveria ter humildade e assimilar as críticas, que por sinal fazem parte da profissão.


Do preço de banana ao topo do futebol mundial
Comentários Comente

Neto

Zagueiro Marquinhos

Zagueiro Marquinhos é hoje uma das estrelas do PSG

Estava acompanhando a partida entre Paris Saint-Germain e Barcelona pela Liga dos Campeões quando vi um garoto se jogando na bola para salvar um gol da turma do Messi. Quando vi com atenção percebi que se tratava do brasileiro Marquinhos. Sim, aquele mesmo zagueiro revelado pelo Corinthians e negociado a preço de banana depois do título da Libertadores. Esse exemplo, que é apenas um entre tantos outros que estamos acostumados a ver por aí, só me fazem chegar a duas conclusões: ou nossos dirigentes são irresponsáveis ou são incompetentes mesmo.

Ao vender os direitos do Marquinhos por apenas 4,5 milhões de Euros, o Corinthians deixou de lucrar uma baita grana. Isso porque um ano depois ele já estava valendo pelo menos oito vezes esse valor. Acredite! A Roma negociou o menino com o PSG por impressionantes 31,4 milhões de Euros, o que corresponde a mais de R$ 100 milhões. É brincadeira?Aí quem é o irresponsável? O presidente Marco Gobbi ou o técnico Tite que o liberou na época? Só sei que um empurra para o outro e ninguém assume absolutamente nada!

A única coisa que eu tenho certeza é que o empresário envolvido na negociação teve que mandar fazer uma calça nova. Daquelas com os bolsos bem largos para caber os maços de Euros que ele enfiou no bolso. E o mais impressionante é ficar sabendo que o departamento de finanças faz das tripas coração para poder deixar os salários dos funcionários em dia. Meu Deus, quanta incompetência! São por situações como essa que o futebol brasileiro está falindo. Sentamos no colo dos europeus há muito tempo quando deveria ser justamente o contrário.

Enquanto isso o moleque de 20 anos vai arrebentando e já está vestindo a camisa da Seleção Brasileira principal…. Patético pra não dizer outra coisa.


Futebol paulista passa ridículo no Brasileirão
Comentários Comente

Neto

Enquanto Valdívia for a esperança do Palmeiras as coisas não vão pra frente

Enquanto Valdívia for a esperança do Palmeiras as coisas não vão pra frente

Já não é de hoje que o futebol paulista vive uma impressionante crise técnica. Para se ter uma ideia nesta temporada os clubes de São Paulo ficaram sem um representante na Libertadores depois de mais de 15 anos. Uma vergonha se levarmos em consideração os altos investimentos que fazem Corinthians, São Paulo, Palmeiras e Santos. E pela forma como as coisas vão caminhando esse cenário tende a se repetir. O Tricolor ainda está no G-4, é verdade, mas tem uma equipe extremamente instável. Para se ter uma ideia dos últimos quatro jogos, ou seja, 12 pontos, conquistou apenas um. É brincadeira? Não é possível que a turma do Muricy sonha com o título. Ficam com essa resenha furada de quadrado mágico. Mas de mágica ali não tem nada.

E o Corinthians? Piada! A retranca do Mano Menezes segurou até onde pôde. Mas de umas rodadas pra cá a situação se complicou. Uma equipe totalmente desorganizada vem colecionando fracassos. O pior é que o treinador não sabe o que quer. Toda hora muda o time que não consegue se entrosar. A tendência é que o Timão se afaste cada vez mais do G-4. Uma vergonha para um clube com um baita poder de faturamento. Se fosse o presidente Mario Gobbi fazia todos esses caras que participaram da derrota para o Atlético/PR voltarem de Curitiba a pé. E sem direito ao jantar. Tá louco.

O Santos era esperado uma queda após a negociação do Neymar. Mas tem moleque bom de bola por lá. Não entendendo, por exemplo, como Gabriel e Geuvânio podem ficar no banco do Leandro Damião. Isso está errado! Os números provam isso. Agora colocar o cara em campo só porque gastaram dinheiro nele é assinar o atestado de incompetência. O dia que os caras na Vila se tocarem que precisam apostar nas joias do clube, as coisas vão melhorar por lá. Já o Palmeiras é difícil esperar algo melhor do que isso que está se vendo dentro de campo. A verdade, queiram os torcedores ou não, é que o elenco é fraco. Um dos piores do campeonato. A luta contra o rebaixamento vai ser constante. Acho que dá pra escapar. Mas o risco existe e não é pequeno.

Agora está evidente que essa queda de rendimento dos clubes paulistas estão muito mais associados a incompetência de quem dirige os clubes do que propriamente dos jogadores. Quer dizer, esses pés de rato são consequência de um trabalho mal feito. Como melhorar? Isso é uma resenha que teremos mais pra frente.

 


Bola aérea: tormento corintiano!
Comentários Comente

Neto

Corinthians sofreu contra o Figueirense mais um gol de bola aérea

Corinthians sofreu contra o Figueirense mais um gol de bola aérea

Nada de excesso de volantes e nem só o pensamento retranqueiro do técnico Mano Menezes. Pra mim está muito claro que o maior problema do Corinthians atualmente está na bola aérea. Praticamente todos os gols sofridos pelo goleiro Cássio são de bolas alçadas dentro na área. Coincidência  ou não isso vem acontecendo desde a saída do zagueiro Cléber. Não que ele fosse um Gamarra, longe disso. Mas acho que a alta estatura, boa colocação e impulsão o colocava como homem da bola nesses casos (algo parecido com o que o São Paulo faz com o Edson Silva). Hoje o Timão sofre com isso, sobretudo por aparentemente armar a marcação defensiva por setor, e não individual como é comum em casos de escanteios e faltas próximas da área. Está claro que a dupla Gil e Anderson Martins, muito boa por baixo, não trabalha muito bem pelo alto. Não sei o que o treinador pode fazer para minimizar essas jogadas. Só que se continuar como está o torcedor ainda vai sofrer muito nesse Brasileirão.