Blog do Neto

Arquivo : março 2013

Ceni erra feio e Timão vence Majestoso!
Comentários 265

Neto

Rogério Ceni faz pênalti em Pato

Quando começou o clássico do Morumbi tudo levava a crer que o Corinthians levaria uma surra do São Paulo. Tanto é que o ataque do Tricolor aproveitou a sonolência do sistema defensivo alvinegro e abriu o placar com Jadson com menos de 5 minutos de jogo. Por sinal achei bem interessante o sistema tático implantado pelo Ney Franco. Ele posicionou só o Denílson como volante e atuou com três meias. Não à toa sua equipe teve mais posse de bola e comandou as principais ações ofensivas do jogo.

O treinador e a torcida são-paulina só não contavam com a individualidade do Danilo, que marcou um golaço (a bola fez uma BAITA curva!), e com o erro grave do principal líder do time. O Rogério Ceni pisou feio na bola quando, atrasado, fez pênalti no Pato. O atacante tirou a bola com um toquinho e foi chutado pelo goleiro. O árbitro não teve dúvida em marcar. Só acho que o Rogério, como último homem e com chance clara de gol, merecia ser expulso. Não podemos também tirar a parcela de culpa do Tolói, que recuou em uma fogueira danada.

Como resultado a derrota não mudou muito as coisas para o São Paulo, que segue como líder isolado com o empate de ontem da Ponte Preta. O Tricolor está fazendo uma campanha muito boa. E olha que ainda tem um jogo a menos! Já a vitória do Timão não é surpresa. É uma equipe forte e entrosada em busca de motivação. Quando as partidas apresentam um enfrentamento diferente, normalmente a tendência de todos é melhorar. Ambos tem elencos fortíssimos e tem todas as condições e vencer o Estadual e a Libertadores. Basta encontrar um equilíbrio entre ataque e defesa. Nesse quesito o time do Tite está na frente. Até pelo tempo maior jogando juntos.


Flor do pântano
Comentários 46

Neto

Recém-chegado, Leandro já é o artilheiro do Palmeiras no Paulistão

Lembro que quando era moleque em Santo Antônio de Posse os caras falavam que uma menina linda em uma festa cheia de dragões era considerada uma ‘flor no pântano’. E tentando fazer uma metáfora com o futebol, me perdoem aqueles que não gostem, o garoto Leandro tem sido a flor desse Palmeiras desesperado e desamparado. Ele veio do Grêmio como um dos jogadores menos valorizados do tal pacotão de reforços. E em menos de 10 jogos já marcou cinco gols. É brincadeira??? Isso é muito mais que o Valdívia fez nos últimos dois anos.

A vinda dele e o sucesso que tem feio em campo é uma prova viva de que esse Verdão ainda tem jeito. Só precisa ter fé e acreditar em uma volta por cima. O jogo da próxima terça-feira contra o Tigre pela Libertadores tem tudo para ser um divisor de águas nessa história. Caso perca provavelmente dará adeus à competição. Possivelmente até o técnico Gilson Kleina perca seu emprego. Mas caso ganhe as coisas mudam de figura complemente.

Ainda há esperanças! Apesar da goleada doída sofrida para o Mirassol, a equipe deu a volta por cima, venceu o Linense e ainda está bem colocada no Estadual (é o quinto colocado provisoriamente). Ou seja, os protestos da torcida com faixas são extremamente válidos. Só precisam ir com calma porque todo processo de reformulação demanda tempo e paciência. Não dá pra negar que o presidente Paulo Nobre foi juvenil de estar em Londres acompanhando a Seleção em um momento tão delicado do clube. Mas ainda acredito no potencial dele para resgatar esse Palmeiras da lama. Potencial tem. E muito.

Tags : Leandro


Galo de Kalil merece um título importante
Comentários 130

Neto

Ataque atleticano é um dos melhores e mais respeitados do País

É verdade que por muitas vezes tiro o torcedor atleticano do sério por brincar com o Milton Neves durante o Terceiro Tempo da Band. Até entendo os xingamentos. Mas clubismos à parte não dá pra negar que esse time do Atlético/MG merece um título de importância. Como a Libertadores, por exemplo. Isso só viria coroar a excelente administração do presidente Alexandre Kalil. O que esse cara fez com o Galo poucos dirigentes fizeram nos 105 anos de história do clube. Recolocou os mineiros com força no cenário do futebol brasileiro. Se não for mundial, hein? Principalmente depois da chegada do Ronaldinho Gaúcho.

Aliás, por falar nisso, o meia reencontrou o bom futebol por lá. Talvez não com a mesma potência dos tempos de Barcelona. Mas certamente com qualidade suficiente para criar as principais jogadas ofensivas da equipe. Eficiência 100%. Hoje o Atlético é um time respeitado e extremamente valorizado. Desperta cobiça dos principais jogadores brasileiros. Não à toa nomes como o Josué optaram por voltar ao Brasil para defender o time de BH.

O Cuca, que é um baita de um treinador, tem a disposição excelente o goleiro Victor; dois laterais de qualidade como o Marcos Rocha e o Junior César; zagueiros de nível de Seleção brasileira como Réver e Leonardo Silva, meio-campo com nomes de tarimba como Richarlyson, Bernard, Pierre, Rosinei, Morais e o próprio R10, além de um ataque com a capacidade de Diego Tardelli, Jô e Alecsandro. Além disso tem um elenco que dá suporte quando alguém se lesiona ou é punido com cartão.

Sei que o torcedor atleticano não gosta de mim. Com toda a sinceridade pouco me importa. Mas a verdade precisa ser dita. O Galo é hoje um dos principais times do País. E merece muito ser reconhecido por isso. E só um título de expressão vai contribuir nesse sentido. De expressão, viu? Não me venham só com mais um Estadual.


Gols históricos do Majestoso
Comentários 45

Neto

No próximo domingo teremos mais um clássico entre São Paulo e Corinthians. Um baita jogo recheado de histórias, polêmicas e gols simplesmente maravilhosos. No programa ‘Os Donos da Bola’ da Band fizemos uma seleção daqueles mais belos que lembramos. Tem cada golaço! Vejam só e votem naquele que mais agradou. Se lembrar de algum outro que não esteja entre os selecionados também vale.

Tags : Majestoso


Pitacos – Verdão dá vexame e Tricolor garante classificação
Comentários 69

Neto

Sinceramente não sei se os salários estão realmente atrasados no Palmeiras. Também não faço ideia se o elenco quer derrubar o técnico Gilson Kleina. A única coisa que não tenho dúvidas é que os jogadores do Verdão marcaram nesta quarta-feira mais uma página vergonhosa na história do clube. Fizeram os corações dos torcedores morrerem de desgosto. Sei que boa parte dos palmeirenses não gostam de mim, até pela minha identificação com o Corinthians, mas me solidarizo neste momento de angústia. É um absurdo estar acontecendo um papelão atrás do outro. Tomar seis gols do Mirassol é piada de mau gosto. Tá louco! E pior é ver o presidente Paulo Nobre passeando com a Seleção em Londres. Para vai! Até quando vai esse sofrimento, hein?

Apesar dos títulos da temporada passada, os corintianos não estão podendo falar muito. Esse ano o time do Tite tem apresentado um futebol bem burocrático. Mas ao meu ver isso tem muito mais a ver com essa prática questionável de mesclar reservas e titulares que qualquer outra coisa. A estratégia de poupar os principais nomes arrebenta com o entrosamento e dificulta na busca pelos resultados. Não à toa tantos empates no Paulistão. Já com os titulares na Libertadores a coisa muda de figura.

E o São Paulo do Fabuloso? Como era previsto bateu o Paulista e com o empate do Timão com o Penapolense, garantiu sua vaga na próxima fase do Estadual por antecedência. Grande campanha! Os são-paulinos só esperam que essas apresentações se repitam na Libertadores. Aliás, os caras pegaram no pé do Luis Fabiano recentemente. Ridículo, hein? O cara é monstro! Faz um montão de gols de tudo quanto é jeito. Sou muito mais ele reclamando e balançando a rede do que esses atacantezinhos pé-de-ratos que não conseguem nem bater na bola.

Vale destacar também mais uma vitória da Ponte Preta no torneio. Dessa vez a vítima do vice-líder foi o Botafogo/SP. Não tenho a menor dúvida de que os campineiros vão dar muito trabalho aos grandes na reta final. O Bragantino também venceu o Ituano e está a um passinho do G-8.

Tags : pitacos


Hoje a boleirada é de açúcar!
Comentários 62

Neto

Tite vai poupar os titulares contra o Penapolense

Fiquei sabendo que nesta quarta-feira o Corinthians e o São Paulo entrarão em campo com seus times reserva. Isso porque os treinadores querem poupar os titulares para a seqüência da temporada. Queria entender o porquê disso? Poxa vida! No meu tempo a bola pesava uns 10 quilos, a chuteira uns 20, a camisa suava e parecia ter uma tonelada e ganhávamos mal pra burro (ou proporcionalmente mal se comparado com os salários atualmente). Ainda assim entrávamos em campo sempre com o mesmo time todas as quartas e domingos. Sempre! Só cartão amarelo, vermelho ou alguma lesão gerava desfalques. E olha que os treinadores só podiam fazer duas substituições, viu?

Lembro que em 91 joguei com o Corinthians três jogos em menos de uma semana. Senão me engano, na mesma época, o Juninho Paulista entrou em campo pelo Tricolor duas vezes no mesmo dia. É brincadeira??? A regra não fugia quando se falava de craques como Zico, Roberto Dinamite, Raí, entre outros. Nem preciso ir muito longe, como na época do Pelé. Aí a situação piora. Aquelas bolas de capotão da década de 50 e 60 era dura demais.

Agora os caras tem bola especial, chuteira levinha e anatômica, camisa dry fit, andam de ônibus personalizados, tem acompanhamento de nutricionista, fisiologista, tem avaliações físicas e médicas regulares e mesmo assim precisam ser poupados. Para vai! O Tite, o Ney Franco e todos os outros técnicos que fazem isso estão de sacanagem com o torcedor que paga ingresso regularmente. Afinal todo mundo quer ver em campo seus principais jogadores. Isso de certa forma até fere o código de defesa do consumidor.

Mas paciência…. Temos que respeitar esse profissionalismo atual…. pra falar a verdade parece até que boleirada de hoje é feita de açúcar…. Tá louco!


Pato tem condições de substituir Neymar na Seleção?
Comentários 204

Neto

Apesar de muita gente contestar, o Felipão já declarou que considera o corintiano Alexandre Pato um segundo atacante. Daqueles que trabalha saindo mais da área e menos como referência fixa. Ou seja, com isso o jogador do Timão se transforma em sombra muito mais do Neymar que propriamente do Fred e Luis Fabiano. E como o santista (reconhecidamente o melhor jogador do País) vem atuando mal pela Seleção, começaria aí uma concorrência pela vaga no ataque do Brasil? Vale lembrar que já vazou a informação que Pato estará entre os convocados para o amistoso contra a Bolívia no próximo dia 6 de abril.

 


Que saudades do Dunga!!!
Comentários 268

Neto

A Seleção de Felipão não engrena

Apesar do meu descontentamento particular com o Dunga, que realmente destratou a mídia brasileira em muitos momentos que esteve no comando da Seleção, é inegável que ele tenha alcançado objetivos interessantes. Os números e títulos provam isso. Com todos os defeitos pela inexperiência no cargo o ex-treinador conquistou a Copa América, a Copa das Confederações e ganhou praticamente de todas as grandes potências do futebol do planeta. Só parou mesmo na Holanda no Mundial da África do Sul. Mas podíamos nos considerar superiores indiscutivelmente!

Agora a situação mudou totalmente de figura. Como estamos jogando mal! Taticamente bagunçado e tecnicamente sofrível. A bola que tenho visto na Seleção me deixa extremamente preocupado quanto ao futuro brasileiro na próxima Copa. E olha que a competição será jogada dentro de nossos domínios. É claro que o atual comandante está tentando formar uma equipe que o Mano Menezes não teve competência (ou tempo!) para formar. Mas o tempo é curto. Os caras que estão a disposição não vem dando liga.

Queria entender também porque o Felipão nunca substitui o Neymar. O moleque pode estar bem ou mal que parece ter lugar cativo na Seleção. Nesse empate fraco contra a Rússia ele mal pegou na bola mais uma vez. E mesmo assim esteve no gramado durante os 90 minutos. Tire ele poxa vida! Teste formações táticas novas. O que fica claro pra mim que do jeito que está não dá pra ficar. Vendo essa equipe do Felipão me dá uma saudades do Brasil do Dunga, viu? Pelo amor de Deus!


Pitacos – O Paulistão está ficando sem graça???
Comentários 99

Neto

A cada dia que passa fica nítido que os dirigentes do futebol paulista precisam fazer alguma coisa para o Estadual não perder a graça. Nesse sentido os ‘mata-matas’ do Rio e Rio Grande do Sul tem um formato muito mais interessante. Com decisões a todo instante. O clássico entre Palmeiras e Santos exemplifica um pouco essa teoria. Joguinho sem graça e sem gols. Digo a mesma coisa sobre a vitória do Corinthians contra o Guarani. Pelo amor de Deus! Que partida desmotivante! Valeu pelo resultado aos corintianos, mas o time em campo mostrou um futebol burocrático. Até tentou algumas jogadas, mas bem aquém de suas possibilidades técnicas. Serviu também infelizmente para o Renato Augusto e o Cássio se lesionarem.

É claro que boa parte dos são-paulinos devem pensar o contrário, já que lideram o campeonato com tranquilidade. O Tricolor se isolou ainda mais com a vitória contra o Bragantino. Na verdade o que mais chamou a atenção no jogo foram as palavras de revolta do Luis Fabiano. Mas acho que isso tem muito mais a ver com a insatisfação da suspensão que ele pegou do que propriamente com o Ney Franco, como muito disseram por aí. O Fabuloso é monstro! Faz gols demais e merece um lugar na Seleção. Se não como titular, entre os convocados.

Felizes devem estar alguns clubes do interior que tem poucas possibilidades de aparecer. Vejam o caso do Botafogo de Ribeirão Preto, que venceu o Linense e assumiu uma posição de destaque na competição. Mogi Mirim e Penapolense também vão bem. Já a Ponte Preta não preciso nem falar, né? Uma baita campanha! Só fico triste pelo meu Guarani, que deve ser rebaixado mais uma vez. Impressionante a quantidade de descensos do clube campineiro nas últimas temporadas. Exemplo de má administração!

Tags : pitacos


Ganso tem que jogar mais e falar menos
Comentários 88

Neto

Sempre fui um dos maiores defensores do Paulo Henrique Ganso. Mesmo quando ele estava em um bate-boca danado lá no Santos, desenhando sua saída (traumática, diga-se de passagem!), fiquei do lado dele pela bola que sempre soube que ele poderia render. Só não estou gostando muito da postura dele nesse início de São Paulo. Está pisando na bola nessa cobrança ao Ney Franco por uma vaga no time titular. Ou joga bola, ou não joga. Não tem meio termo.