Blog do Neto

Arquivo : novembro 2012

Papo Reto com Marcelo Negrão
Comentários 9

Neto

No ‘Papo Reto’ dessa semana conversei com um dos maiores jogadores da história do vôlei brasileiro. Marcelo Negrão, medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de Barcelona em 92, falou em como conquistou espaço no esporte muito jovem, fez um balanço da carreira e relembrou as graves lesões que anteciparam sua aposentadoria. Criticou também a falta de apoio da TV aberta à modalidade. O integrante da geração dourada avaliou que, apesar da boa fase do esporte no Brasil, ainda é impossível um jogador se aposentar e viver do que juntou durante os anos de profissão. Acompanhe a resenha com esse grande esportista. Lembrando que você acompanha ao vivo o ‘Papo Reto’ todas as quintas-feiras, às 17h, aqui no UOL Esporte.

 


Minha Seleção do Brasileirão!!!
Comentários 312

Neto

A CBF vai entregar na próxima semana o prêmio do craque do Brasileirão e os troféus para os melhores em cada posição. A Bola de Ouro da revista Placar também será anunciada. Aproveitando esse embalo vou me antecipar elegendo meus melhores de cada posição nesse campeonato. Comente e deixe os seus, ok?

Paredão do Flu campeão brasileiro

Diego Cavalieri (Fluminense) – Incontestável! Fechou o gol do Fluminense e foi um dos principais responsável pela campanha maravilhosa do time. Pra mim merece lugar inclusive na Seleção Brasileira.

Bruno (Fluminense) – Contratado do Figueirense pra substituir Mariano, ele surpreendeu. Aliás, já tinha ido muito bem no ano passado. É rápido e habilidoso. Fez partidas muito boas no apoio ao ataque.

Chicão (Corinthians) – É verdade que depois da Libertadores o Timão ficou moscando no Brasileiro. Mas quando começou a levar a sério o zagueiro foi o melhor pra mim. Pode fazer do clube o campeão do returno. Tem um posicionamento de marcação acima da média.

Réver (Atlético/MG) – É um zagueiro moderno. Sabe defender com extrema categoria e ainda sobe ao ataque com qualidade. Tem tudo para embalar na Seleção Brasileira com outros nomes como Thiago Silva e Dedé.

Carlinhos (Fluminense) – Tem jogado tanta bola nas últimas temporadas que é difícil acreditar que seja o mesmo moleque ‘nhaca’ dos tempos de Santos. Destoa da maioria. Tanto que por várias vezes tem sido lembrado para a Seleção.

Ralf (Corinthians)– Primeiro volante forte, rápido e de excelente nas roubadas de bola. Talvez é quem melhor faça a proteção de zaga no futebol brasileiro.

Corintiano é o melhor volante do Brasil

Paulinho (Corinthians) – Tirando o Neymar ele é o melhor jogador do País atualmente. Tem uma disposição incrível e além de defender, ataca com muita capacidade. Se continuar assim será titular na Copa do Mundo.

Ronaldinho Gaúcho (Atlético/MG) – Arrebentou nesse Brasileirão e provou que o problema da má fase no Flamengo eram os salários atrasados. É reconhecidamente um cara acima da média que ganhou tudo o que podia. Lhe falta apenas motivação para alcançar os objetivos.

Neymar (Santos) – Fora de série! O melhor de todos. Quando jogou arrebentou e colocou o Peixe entre os melhores. Quando ficou de fora o time acumulou campanha de quase rebaixado.

Fred (Fluminense)– Artilheiro do torneio, esse cara é iluminado. Tem cheiro de gol. Uma capacidade de balançar as redes que poucas vezes vi na vida. Pra mim é o camisa 9 da Seleção. Principalmente agora que parou de se machucar.

Artilheiro Tricolor impiedoso

Barcos (Palmeiras) – Um cara que faz 28 gols na temporada em uma equipe fraca tecnicamente e rebaixada como a do Palmeiras merece ser valorizado. Fico pensando quantos gols faria se tivesse em uma equipe com um pouco mais de qualidade.

Vanderlei Luxemburgo (Grêmio) – Ainda é um treinador acima da média. Ao contrário de Muricy que tem Neymar, que Abel, que tem Fred, Thiago Neves e Deco, o Luxemburgo tem uma equipe taticamente bem trabalhada sem nenhum fora-de-série. Provavelmente fará desse elenco do Grêmio vice-campeão brasileiro.

CRAQUE: Fred (Fluminense) – Precisa falar o porquê? Ele foi ‘O CARA’ nos momentos decisivos do time das Laranjeiras na competição. Fez um golaço de voleio no clássico Fla-Flu que foi sacanagem. É monstro sagrado!

Jovem lateral arrebentou no Náutico

REVELAÇÃO: Douglas Santos (Náutico) – Vai ter gente rindo e sendo bairrista. Não tem problema. Esse jovem lateral de 18 anos só não fez chover com a camisa do Timbu. Nos jogos nos Aflitos, sobretudo, infernizou as defesas adversárias com seu forte apoio ao ataque. Os pernambucanos foram inteligentes e renovaram seu contrato. Mas pela bola que joga duvido que fique muito tempo por lá.


Lucas vai se despedir com título!
Comentários 75

Neto

Lucas: despedida com estilo???

Vendo a humildade do garoto Lucas, que outro dia foi negociado com o futebol francês por mais de R$ 100 milhões, sou obrigado a torcer para que ele encerre essa passagem pelo São Paulo com chave de ouro. E isso dificilmente não irá acontecer. É a mais pura verdade que o Tricolor encontrou sérias dificuldades para eliminar os chilenos do Universidad Católica com dois empates (se deu bem pelo critério do gol fora de casa). Ainda assim é a melhor equipe que restou nessa Copa Sul-Americana.

Claro que é apenas na base do achismo. Mas na minha visão dificilmente o São Paulo terá adversário à altura para essa grande final. Nem os colombianos do Millonarios, muito menos os argentinos do Tigre tem equipe pra superar os brasileiros. Nem largam, pra falar a verdade. É óbvio que os caras sabem disso e jogam na base da catimba. Mais ou menos como fez os chilenos nessa semifinal. Mas isso o time do Ney Franco tira de letra.

O Lucas já falou e eu também vou ficar na torcida para o Tigre passar pra final. Assim o último duelo da decisão será jogado dentro do Morumbi totalmente lotado. Assim esse menino-craque do Tricolor teria o palco ideal para finalizar seu último ato. Aliás, já está deixando uma baita saudades no torcedor, viu?


Barcos não quer jogar no Palmeiras? Vai embora então!
Comentários 167

Neto

Os palmeirenses vão me xingar, não tô nem aí! Mas vi que o Barcos deu um ultimato na diretoria do Palmeiras. Ou seja, se não montarem uma equipe forte e competitiva, ele se arranca do clube. E que se dane o contrato firmado, diga-se de passagem. Posso falar a verdade? Se o cara não quer jogar no Verdão, se não está disposto a entrar em campo de corpo e alma, que vá embora então. Poxa vida! Apesar de artilheiro nato, ele era um mero desconhecido quando desembarcou no Palestra. Não fosse o desempenho no Palmeiras ele nunca teria sonhado em vestir a camisa da Seleção Argentina.

Barcos fez 28 gols pelo Palmeiras em 2012

Quero deixar claro que em momento algum questiono a capacidade desses rapaz. Ele é um centroavante de muita capacidade. Tem um posicionamento correto e um toque na bola preciso. Marcou 28 gols na temporada e ultrapassou a meta prometida em sua apresentação, que eram 27. Só fiquei decepcionado com as declarações dele na última coletiva. Na entrevista do Tirone que gerou toda a revolta do atacante, o cartola só queria tranquilizar o torcedor. Nada além disso. O gringo não pode jogar M…. no ventilador nesse momento crítico. É sacanagem com o clube!

Sei que muito torcedor passional (desculpem a redundância!) vai ficar revoltado comigo. Mas a verdade tem que ser dita: se o Barcos não quer ficar, vai embora então! O Palmeiras é muito maior que ele, o Tirone, o Mustafá ou qualquer outro personagem. Nesse ponto ao menos enalteço o Valdívia. Apesar de não jogar nada e não ter feito nenhum gol no Brasileiro, o cara quer ficar para ajudar a tirar o time do buraco. Um sopro de comprometimento pelo menos.

Tags : Barcos


Bastidores que o torcedor não conhece
Comentários 81

Neto

Olá amigos do UOL, partir da próxima semana o programa ‘Os Donos da Bola’ vai exibir uma série de reportagens mostrando um pouco dos bastidores dos grandes clubes paulistas. Estou indo com a equipe da Band conhecer por dentro toda a infraestrutura dos Centros de Treinamentos (que evoluiu demais nessa década!), o novo estádio do Corinthians que está sendo construído e um raio-x do Morumbi, que apesar de ter ficado fora da Copa por questões políticas, é um baita de um estádio. Não percam! Dêem uma olhada em um pouquinho desse conteúdo exclusivo:

Tags : bastidores


O cargo está entre Tite e Felipão. Esqueçam o resto!
Comentários 168

Neto

Um dos 2 será técnico da Seleção Brasileira

Tem muita gente especulando alguns nomes para substituir Mano Menezes como técnico da Seleção Brasileira. Já ouvi falar nos já manjados Muricy e Luxemburgo, no campeão Abel Braga e até no gringo Pep Guardiola. Mas posso falar a verdade? Esqueçam tudo isso! Não tenho a menor dúvida de que a responsabilidade de dirigir o Brasil na Copa do Mundo estará nas mãos ou do Luiz Felipe Scolari, que já tem quase tudo apalavrado com a CBF ou o corintiano Tite.

O que pega é que o presidente da entidade máxima do futebol brasileiro, José Maria Marin, no alto de seus oitenta e poucos anos bem ativos, será o chefe da delegação corintiana que viajará ao Japão para tentar o bi do Mundial de Clubes. Não me perguntem o porquê da presença dele lá. Sinceramente é duro de acreditar. De qualquer forma fica difícil imaginar que se o Timão levar a taça, toda aquela animação não contaminará o cartola. Posso estar falar uma tremenda bobagem. Mas teremos essa confirmação só no final de dezembro.

Na mão mesmo o Marin conta com o Felipão. O técnico que praticamente rebaixou o Palmeiras ainda tem muita moral com a torcida brasileira por ter conduzido o pentacampeonato na Coréia/Japão em 2002. Particularmente acho ele ultrapassado demais. Preferia nesse momento qualquer um dos outros ‘concorrentes’ citados. Mas como uma só pessoa toma a decisão por quase 200 milhões, teremos de aguardara escolha de um desses dois e dizer amém. Tomara que dê certo, afinal sempre irei torcer pela nossa Seleção. Independente de discordâncias e inimizades.


Pitacos da rodada – Segue briga pelo vice e contra o rebaixamento
Comentários 39

Neto

Tá ficando chato falar dessa reta final de Campeonato Brasileiro. Até porque já está tudo praticamente definido. Minhas impressões finais estão mais voltadas à briga pela vice-liderança (que entraria direto na fase de grupos da Libertadores) e na última ‘vaga’ para a Série B em 2013. Falando da parte de cima da tabela, o Grêmio, fora de casa, goleou o Figueirense. Só para variar com mais uma grande atuação do meia Zé Roberto. Apesar da idade avançada esse cara está jogando demais. Pelo amor de Deus! Do lado catarinense o destaque vai para o centroavante Aloísio, autor dos dois gols do Figueira. Acho que está empolgado pelo provavel transferência ao São Paulo.

Um pontinho atrás dos gaúchos segue o Atlético/MG. Os comandados do Cuca iniciaram o duelo contra o Botafogo muito mal. Por sinal estiveram atrás do placar durante boa parte da partida. Mas foi só apertar que no finalzinho que veio a virada. O zagueirão Réver fez o gol da vitória aos 43 minutos do segundo tempo. Com toda sinceridade acho difícil essa segunda posição fugir do Grêmio, mas como os dois pegam seus maiores rivais na última rodada, tudo pode acontecer.

Lá embaixo a Portuguesa conseguiu uma vitória maravilhosa diante do Inter em pleno estádio Beira-Rio. Resultado que fez com que abrisse três pontos pra cima do Sport. Aliás, é verdade que os pernambucanos pegaram o campeão Fluminense, mas precisavam da vitória a todo custo. O empate deixou a situação do Leão muito difícil na classificação. Pra ser sincero acho que o rebaixamento será inevitável, até porque precisa vencer o clássico contra o Náutico e contar com a derrota do Bahia ou da Lusa, que não enfrentam grandes rivais. Não é impossível escapar, mas é extremamente complicado.

No restante das partidas as únicas coisas que me chamaram a atenção foram a ‘nhaca’ de Ponte e São Paulo (visão preocupante da parte física de Paulo Henrique Ganso) e mais uma derrota do Palmeiras. Por sinal o Gilson Kleina apostou na molecada e ainda assim não conseguiu superar o até então lanterna Atlético/GO. Os torcedores alviverdes devem estar torcendo desesperadamente pela chegada do fim do ano. Fim de temporada desastrosa!

Tags : pitacos


Homenagem merecida aos campeões mundiais
Comentários 32

Neto

Edílson levanta a primeira taça do Mundial do Timão

O resultado do clássico entre Corinthians e Santos neste sábado pouco importou. Primeiro porque já não valia mais nada, pra dizer bem a verdade. Depois porque o departamento de marketing do Timão organizou uma homenagem bem bacana para os campeões mundiais de 2000. Ou seja, nas vésperas de uma viagem tão importante para o clube foram chamados todos os jogadores que fizeram parte daquela campanha. Edilson, Luizão, Fábio Luciano, Yamada, Índio, Daniel, Adilson, Marcio Costa, Gilmar, Marcelinho, Fernando Baiano, Edu e Ricardinho subiram ao gramado com a taça da competição disputada há 12 anos no Brasil.

Inusitado mesmo foi o sumiço do volante Rincón. Ninguém achou o cara. É brincadeira??? O ex-zagueiro João Carlos e o Vampeta justificaram a ausência. Já o goleiro Dida, o lateral Kléber e o técnico Oswaldo Oliveira ainda estão na ‘ativa’. O mais bacana de tudo isso é que comecei minha carreira como comentarista esportivo na TV justamente na transmissão desse evento. Dei sorte, hein? Só espero que esse bons fluidos se repitam, já que estarei com a Band lá no Japão durante mais esse evento da Fifa. Valeu galera!

Tags : homenagem


Raí pode iniciar um novo ciclo clubista na Seleção
Comentários 472

Neto

Marin quer Raí como novo diretor de Seleções

Depois da demissão do técnico Mano Menezes, fiquei sabendo que tendência é que o diretor de Seleções, André Sanchez, também deixe o cargo na CBF. Até porque ele representaria uma ameaça para a cúpula da entidade, visivelmente contrária aos conceitos do antecessor Ricardo Teixeira. Para o lugar do ex-presidente do Corinthians descobri que o nome que mais agrada ao José Maria Marin é o do ex-meia Raí. Segundo o cartola trata-se de é um sujeito equilibrado e de passagem vitoriosa na Seleção.

Vejam bem, não questiono o Raí. Certamente ele é um bom sujeito, além de ter sido um craque de bola. Mas que experiência o cara tem para executar um projeto tão grandioso na Seleção? Cai na mesma discussão do Dunga, que antes de assumir o comando da Seleção nunca tinha trabalhado como técnico em clube algum.

O curioso é que fatalmente cairemos em uma nova discussão clubista. Ou seja, se antes as pessoas criticavam a CBF por manter muitos corintianos em cargos importantes na Seleção, agora vamos a ver são-paulinos. Ainda mais porque estão estudando a contratação do Milton Cruz como auxiliar. Se bem que esse tem experiência, é competente e merece a lembrança.

Não dá pra cravar nada por enquanto. A CBF promete anunciar a nova comissão técnica da Seleção Brasileira apenas no início de 2013. Só gostaria que os homens que lá estão pensassem mais com a razão e menos com a emoção (inclusive o são-paulino assumido Marin). O que significa a contratação dos melhores em cada função. E não amigos e ídolos. Se não vamos trocar seis por meia dúzia.


Mano dá adeus à Seleção! Felipão pode substituí-lo!
Comentários 311

Neto

Acabei de saber que uma reunião entre José Maria Marin e Marco Polo Del Nero, presidente e vice da CBF, respectivamente, derrubou o Mano Menezes do cargo de técnico da Seleção Brasileira. Isso mesmo! E tudo indica que o cartola máximo do futebol brasileiro, um são-paulino assumido, poderia incluir no meio do corte o diretor de Seleções da Confederação, Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians. Segundo consta não haveria clubismo em tal atitude. O que ocorre é que o Andrés sempre foi um dos maiores defensores da permanência do Mano no cargo. Simples assim.

Um sai e o outro entra. Será?

Não cabe a mim defender ‘A’ ou ‘B’. Não é o caso. Única coisa que posso assegurar é que de uns anos para cá nossa Seleção Brasileira caiu demais de rendimento. Portanto é visível para os olhos de todos que uma mudança seria benéfica. Mas que fique claro que isso deveria acontecer pela falta de resultados obtidos pelos profissionais envolvidos. Não por causa do time que eles torcem. Porque se for por isso é o fim da apicada.

Só sei que para o lugar do Mano o principal nome para substituí-lo é o de Luiz Felipe Scolari. Particularmente acho um risco. Tudo bem que ele dirigiu o Brasil no pentacampeonato de 2002 na Coréia/Japão. Mas depois disso só colecionou fiascos. Em dez anos tem um ou dois títulos. Está na minha visão ultrapassado. O último trabalho dele foi um ‘bem’ encaminhado rebaixamento com o Palmeiras. Mas fazer o que, né? Se o Marin quiser, temos que fazer engolir. É brincadeira???