Blog do Neto

Arquivo : março 2014

Leiloar o Sheik é falta de respeito!
Comentários 66

Neto

Emerson foi o herói da conquista da Libertadores de 2012

Emerson foi o herói da conquista da Libertadores de 2012

Elogios e críticas fazem parte de quem trabalha com o futebol. Sempre valorizei o trabalho da diretoria do Corinthians pelo planejamento quem fez entre 2011 e 2013, sobretudo no período em que o Tite foi treinador. Mas agora tem situações que não estão sendo bem conduzidas. Vejam o caso do Emerson Sheik. O cara jogou muito na conquista da Libertadores. Talvez tenha sido o principal jogador daquela campanha. Agora estão querendo espirrar ele para tudo quanto é lugar. Poxa vida! Fazer isso abertamente é uma tremenda falta de respeito.

Posso falar a verdade? Pra fazer isso era melhor ter liberado ele no término do último contrato, no meio do ano passado. Foram renovar por mais dois anos e se arrependeram? O que é isso? Futebol de várzea? Todo mundo sabe que o Mano Menezes não quer mais o cara no Corinthians. Pois então o trate com respeito e amarre algo positivo para sua saída. Ficar oferecendo ele para todo mundo é um absurdo. Já colocaram o Emerson no Vasco, no Grêmio e agora estão oferecendo para o Galo em uma troca com o André. Para vai!

É verdade que o Emerson está longe de viver sua melhor fase técnica. Está mal pra caramba, diga-se de passagem. Como atacante não faz um golzinho desde 31 de julho do ano passado. Muita coisa. Mas aos 35 anos ele mostra mais disposição que muito menininho de 18. Dá carrinho na lateral quando precisa. Portanto, repito, querem tirar o cara. Que façam. Mas é bom conduzir tudo com respeito e profissionalismo. Esse cara é ídolo e ajudou a construir uma história vitoriosa no clube.


Nobre foi macho de bater de frente com as organizadas
Comentários 27

Neto

Sede da 'Avanti' foi alvo de vândalos nesta quinta

Sede da ‘Avanti’ foi alvo de vândalos nesta quinta

Todo mundo que está por dentro do mundo do futebol sabe que historicamente sempre existiu um esquemão danado de dirigentes com torcedores para o repasse dos ingressos dos jogos. Quando os caras não dão de graça a tal cota, cobram bem abaixo do preço. O que vi de coisa estranha ao longo de 30 anos como profissional da bola vocês não fazem ideia. É cartola pagando churrasco, jogador bancando chopp pra organizada, entre outras coisas. E vai não pagar pra ver o que acontece! E não é só no clube ‘A’ ou ‘B’ não. Todos são assim! Ou pelo menos eram, né?

Achei demais a atitude do presidente Paulo Nobre de igualar os direitos dos torcedores na compra de ingressos. Ou seja, não é porque o cara é da Mancha ou da TUP que tem mais direitos que o torcedor do Palmeiras comum. Ele foi macho de verdade de comprar essa briga. É verdade que às vezes pode ocasionar situações como a desta quinta-feira, onde vândalos invadiram a sede do sócio-torcedor Avanti pra exigir mais ingressos. Na negativa quebraram tudo. Uma cambada de arruaceiro sem nível que voltou pra casa de mão abanando. E o mais legal é que o Paulo não pipocou! E não é pra pipocar mesmo.

Quem sabe essa atitude do presidente do Palmeiras seja o começo da moralização de parte do futebol brasileiro. Esses vândalos que se infiltram nas organizadas só tem espaço porque há impunidade e porque sempre passaram a mão na cabeça deles. A partir do momento que os clubes virarem as costas para esses caras alguma coisa pode mudar. Parabéns a essa diretoria do Verdão! Quando erra tem que criticar, mas quando acerta o elogio vem em dobro.


Felipão, coloca mais um no ataque!
Comentários 50

Neto

Felipão já teria 99% definido o grupo de jogadores que irão para a Copa

Felipão já teria definido 99% do grupo de jogadores que irá para a Copa

Esses dias vi uma propaganda na TV de uma operadora de celular onde o Felipão é assediado pelas pessoas dentro de um avião. Pra finalizar o comercial uma comissária de bordo desabafa o mesmo pensamento que o meu: “Se der coloca mais um lá no ataque!”. É isso mesmo! Ao invés da ideia fixa e quadrada de levar um reserva exato para cada posição, o treinador brasileiro deveria ser mais maleável. Afinal precisamos muito mais de opções lá na frente que na lateral, por exemplo.

É certo que nas alas estaremos com Daniel Alves pela direita e o Marcelo pela esquerda. Pois bem, nesse caso é levar mais um reserva que executaria bem os dois lados. Se o Marcelo machucar ou levar o terceiro cartão, o jogador do Barcelona faria tranquilamente essa função. Nesse caso chamaria uma opção para a direita, que seria o Maicon. Dá até pra tirar um volante, poxa vida! Fato é que em Mundiais normalmente há a necessidade de ousar em determinados momentos. Pra isso, se perdermos um dos centroavantes (ficar só com uma opção) é dureza.

No tetra de 94 o Parreira convocou a dupla Romário e Bebeto, e deixou como opções os centroavantes Viola e o Ronaldo Fenômeno. No penta o Ronaldo só tinha o Luizão para substituí-lo. Ou seja, tudo indica que o Felipão vá mesmo com apenas dois homens mais de área. Apenas um reserva. Lá em 2002 deu certo. Ninguém machucou ou levou cartão. Mas acho pouco. Luis Fabiano ou Diego Tardelli como terceira peça ofensiva deixaria o grupo bem mais competitivo. Artilheiro de qualidade em boa fase sempre vale a pena.


O 18 é surpresa, mas vamos ter calma!
Comentários 35

Neto

Luciano e Dinei, os camisas 18 do Timão, estiveram nos estúdios da Band

Luciano e Dinei, os camisas 18 do Timão, estiveram nos estúdios da Band

O Corinthians vencia o modesto Bahia de Feira pela contagem magra de 1 a 0 e eu já me preparava para descer a lenha no time do Mano Menezes. Jogava mal mais uma vez, diga-se de passagem. Não podia deixar de criticar já que tinha feito algo parecido na semana passada com Palmeiras e São Paulo por seus duelos na Copa do Brasil. Ambos não conseguiram eliminar o jogo da volta em São Paulo também contra adversário mais frágeis. Pois não é que no finalzinho o Luciano achou mais um gol para o Timão e eliminou a volta?

O lance foi de puro oportunismo. Fico pensando que talvez esse menino, atual camisa 18 do Corinthians, esteja seguindo os passos do ex-atacante Dinei, outro nome importante do clube que também vestia a 18. Natural de Anápolis, em Goiás, Luciano começou a carreira no Atlético/GO antes de ir para o Avaí. Foi na disputa da Série B do ano passado que ele chamou a atenção dos olheiros do Timão. Sua contratação me pareceu pontual. Talvez ele tenha sido o único acerto desse conturbado planejamento da diretoria para 2014.

Em seis rodadas ele já marcou surpreendentes seis gols. É claro que isso é mais do que razão para empolgar o torcedor. Mas calma lá, hein? Luciano não é nenhum Pelé. Está justificando o repentino assédio mas ainda precisa fazer muita coisa pelo clube. Ele esteve recentemente no Donos da Bola da Band e me pareceu um menino muito centrado. Bem assessorado. Espero que continue assim. Humilde e com os pés no chão.


Causos da bola: o dia que o Pelé me pediu uísque
Comentários 13

Neto

Seleção no amistoso dos 50 anos do Pelé

Seleção no amistoso dos 50 anos do Pelé

O ano era 1990. O Falcão, até então técnico da Seleção Brasileira, fez uma convocação especial para o amistoso comemorativo do aniversário de 50 anos do ‘Rei’ Pelé. Jogaríamos contra um selecionado dos melhores jogadores do mundo na época, entre eles Hagi, Higuita, Francescoli, Ancelotti, Stoichkov e Van Basten. A partida aconteceria no estádio Giuseppe Meazza, em Milão. Quando desembarcamos na Itália já estava de prontidão pra nos receber meu grande irmão Careca, mito na Itália pela dupla que fazia com o Maradona no Napoli.

No dia seguinte fomos para o jogo e perdemos por 2 a 1. Tive a honra de substituir o Pelé e fiz nosso único gol. Era impressionante ver a visão de jogo do negrão aos cinquentinha. Coisa de extraterrestre. Depois da partida lembro que fomos direto para o hotel, onde a Seleção estava concentrada. E a festa estava armada. Muita resenha, baralho e cervejinha liberada no meu quarto, onde estávamos comemorando aquele momento. Aí tocou meu telefone. Atendi e disse: “Quem tá falando?”. Do outro lado da minha o sujeito respondeu “É o Edson, o Pelé!”. Na hora respondi que era a Rainha Elisabeth e desliguei o telefone. Afinal trote naquela altura do campeonato era sacanagem. Nunca tinha trocado mais que duas palavras com o ‘Rei’.

Instantes depois toca de novo o telefone. Eu atendo. “Neto, é o Pelé mesmo, porra!”. Engoli seco e disse: “Fala Pelé! Desculpa, tá precisando de alguma coisa?”. Ele disse: “Tem uísque aí?”. Pelo amor de Deus! Nem tinha no quarto, mas nunca corri tanto no hotel para arranjar uma garrafa de uísque. Fiz questão de levar pessoalmente. Quando bati na porta ele abriu com aquele sorrisão que jamais esquecerei. Foi o primeiro contato próximo e o mais inesquecível com o maior jogador de futebol de todos os tempos. História inesquecível.


Wesley é fundamental para a evolução do Palmeiras
Comentários 32

Neto

O meia não aceita redução salarial para renovar contrato

O meia não aceita redução salarial para renovar contrato

Ninguém nega que a administração do presidente Paulo Nobre deu uma guinada no time do Palmeiras. Ficou ainda mais evidente porque o antecessor Tirone tinha deixado o futebol do clube às traças. O novo comandante além de tomar algumas atitudes políticas importantes, tentou dar uma equacionada nos cofres alviverdes. Saíram alguns jogadores caros e sem representatividade e chegaram outros mais baratos que resolveram tecnicamente.

A saída do Barcos em troca de vários jogadores do Grêmio foi profundamente criticada por todos (inclusive por mim!). Mas não é que deu certo? No rolo veio o Leandro, por exemplo, que vem fazendo muitos gols. Outros nomes como o volante Eguren, Marcelo Olveira e principalmente Alan Kardec deram jeito nesse grupo. Formou uma espinha dorsal. Mas talvez a melhor ação dos dirigentes do Verdão foi fazer o Valdívia voltar a jogar bola. Não sei qual o milagre aconteceu mas ele guardou o chinelo no armário e vem arrebentando novamente com a camisa 10. Voltou a ser aquele ‘Mago’ que cativou a torcida em 2008.

Mas uma herança contratual do Tirone que deveria permanecer é meia Wesley. Esse menino é um jogador de muita qualidade. Acho ele inclusive o melhor jogador do elenco para executar a função de terceiro homem. Fora que vai bem como volante e improvisa com louvor uma lateral. Se o cara ganha muito ou não eu não sei. Se o contrato foi mal feito ou não, também não sei. Mas acho que deveria existir um esforço das duas partes para um acerto de permanência. Para o bem dos dois lados, diga-se de passagem. O vínculo vai até fevereiro de 2015, mas seis meses antes ele poderá assinar um pré-contrato com outra equipe. Abre o olho Verdão! Pra mim o Wesley é fundamental para esse trabalho de reconstrução de um time forte e vencedor.

É verdade que critiquei o Paulo Nobre por algumas atitudes como não honrar dívidas trabalhistas (adquiridas em outras gestões, é bom que se diga), mas ultimamente tenho mais elogios a fazer do que criticas. O resto é conversa fiada


Muricy ficou chateado com ironia de Mano Menezes
Comentários 99

Neto

Ricardinho e Muricy estiveram no 'Donos' nesta segunda-feira

Ricardinho e Muricy estiveram no ‘Donos’ nesta segunda-feira

Depois de toda a polêmica envolvendo entrega ou não de resultado na partida em que o São Paulo perdeu para o Ituano no Morumbi, o técnico Muricy Ramalho esteve no programa ‘Os Donos da Bola’ da Band e deu seu parecer da situação. Disse que por ética e profissionalismo nunca pediria para seus atletas perderem uma partida. E por conhecê-lo há muito tempo tenho convicção de que ele falou a verdade. Por sinal os lances do jogo provaram isso. O goleirão do time do interior foi o melhor em campo.

Errada foi a atitude de alguns jogadores do Corinthians, entre eles o Romarinho, e principalmente o Mano Menezes em dizer que foi armação para prejudicar o Corinthians. Ora bolas, nem fizeram a parte deles contra o Penapolense, pô! Quer dizer, no caso do comandante do Timão ele ironizou o caso, o que deixou Muricy profundamente chateado. Nos bastidores o são-paulino confidenciou achar uma certa trairagem do Mano, com quem inclusive chegou a morar no mesmo condomínio e trocou várias horas de resenha.

Portanto, que pisada na bola, hein Mano? Pelo menos o gerente Edu Gaspar foi macho de vir a público e assumir a incompetência do time em campo. Já não era sem tempo.


Pitacos – Timão eliminado por incompetência! Não adianta choramingar…
Comentários 185

Neto

pitacosSei que vai ter corintiano reclamando que o São Paulo entregou o jogo para o Ituano. Nem sei se isso aconteceu de fato. Mas a verdade é que independente do resultado do Morumbi, o Corinthians não teve competência para vencer o Penapolense. Só empatou no interior do Estado e deixou a vaga de mão beijada para a boa equipe do presidente Juninho Paulista. Olha, claro que a eliminação para o Tolima na pré-Libertadores de 2011 foi vergonhosa, mas não classificar para fase final desse Paulistão se enquadra também em uma vergonha histórica. Ridículo pra falar a verdade! Ainda mais com o elenco que tem. Tá louco.

Por sinal acompanhei os melhores momentos da partida do São Paulo e pra mim não teve nada que indicasse alguma amolecida. Aliás, pelo contrário! O time do Muricy jogou bem melhor e teve as principais chances ofensivas. A verdade é que a administração do Corinthians tem deixado muito a desejar. Trouxe o Mano Menezes que ficou incumbido de fazer a limpa no elenco e se esqueceu de trabalhar tecnicamente. Ou seja, a eliminação precoce no Estadual era mais do que esperado se for analisar objetivos. Estavam com o foco em outro lugar.

Na coletiva após o jogo o Mano foi irônico ao analisar a derrota do Tricolor. Para vai! Ele tem que olhar para o próprio trabalho antes de ficar falando bobagem por aí. Que conversinha pra boi dormir! Pelo andar da carruagem só tenho uma coisa a dizer: enquanto essa diretoria ficar no cargo (e consequentemente o treinador) o corintiano vai sofrer demais. Escutem o que estou dizendo…

Enquanto o Timão dá vexame os rivais Santos e Palmeiras vão se classificando com sobras. Pra mim são os grandes favoritos a ficar com o título. Estão na frente inclusive do São Paulo, que tem muitas deficiências na equipe.

Tags : pitacos


Não acredito que o Tricolor vai entregar o jogo…. Não dessa vez!
Comentários 98

Neto

São-paulinos torceram pelo Fluminense em jogo suspeito do Brasileirão de 2010

São-paulinos torceram pelo Fluminense em jogo suspeito do Brasileirão de 2010

Joguei bola por quase 20 anos profissionalmente. Com toda a sinceridade nunca armei e nem soube de armação nas partidas em que estive em campo. Mas a gente sabe que nos últimos anos tiveram jogos bem suspeitos. Como aquele que o o goleiro Felipe (até então no Corinthians) nem pulou na bola no pênalti durante um jogo do Nacional de 2009 em que o Timão perdeu em Campinas para o Flamengo. Naquele ano o resultado ajudou demais o Mengão no título do Brasileirão. E prejudicou o Tricolor, que brigava pelo tetra consecutivo. Como não podia ser diferente, no ano seguinte, a vingança. O Corinthians brigava pela taça com o Fluminense e nas últimas rodadas os cariocas venceram São Paulo e Palmeiras em partidas ridiculamente fáceis. Ou seja, se aconteceu tudo isso, chumbo trocado não dói.

Nesse ano, no Paulistão, o Corinthians depende de um bom resultado do São Paulo diante do Ituano no Morumbi para continuar sonhando com uma classificação para fase final. E posso falar a verdade? Não acredito em esquema para facilitar o jogo. Ainda mais porque no comando do Tricolor está um cara correto como o Muricy Ramalho. Ele nunca aceitaria uma coisa dessas.

E tem mais, torcedor que é torcedor de verdade não pede pra jogar entregar o resultado. Isso é simplesmente um absurdo! Na boa? Um cara que faz isso depois não tem moral para cobrar por vitórias.

Ah, vale lembrar que meu amigo Denílson, durante o ‘Os Donos da Bola’ da Band, disse pensar o contrário. Ele acha que o São Paulo vai entregar. Será?

 


Os clubes tem que ser punidos por racismo! E não adianta chorar!
Comentários 31

Neto

A presidente Dilma recebeu o árbitro Márcio Chagas e Tinga, vítimas de racismo

A presidente Dilma recebeu o árbitro Márcio Chagas e o volante Tinga, vítimas de racismo

Não dá pra negar que infelizmente o racismo está na raiz na sociedade mundial. Está cheio de babaca por aí se achando a raça superior. Pensando que tem o direito de discriminar as pessoas. Brincadeira, né? A verdade é que alguns casos passaram a acontecer com certa frequência no futebol brasileiro. E isso é muito grave. Só nesse início de 2014 tivemos três situações vergonhosas. O primeiro, lá no Peru, onde os torcedores do Real Garcilaso ofenderam o volante Tinga do Cruzeiro com gestos e sons de macacos. Depois vimos meia dúzia de Zé Ruelas, vestidos com a camisa do Mogi Mirim, xingando o Arouca no Santos. Ridículo!

Pra detonar de vez o árbitro Márcio Chagas foi alvo em Bento Gonçalves e alguns idiotas de plantão. Não bastassem as bobagens vindas as arquibancadas os caras colocaram bananas no carro dele. A indignação foi tamanha que até a presidente Dilma Roussef chamou o Tinga e Márcio para um bate-papo. Mas de que adianta essa resenha politicamente correta? Precisamos de atitudes enérgicas.

Fiquei sabendo que o Esportivo de Bento Gonçalves foi punido com a perda de mando de 5 jogos e mais multa de R$ 30 mil. É um começo, mas ainda é muito pouco. Para mim o clube deveria ser eliminado da competição. Aí o mais torcedor decente vai me perguntar: a equipe não pode ser punida pela atitude isolada de alguns racistas. Ok, mas se isso não acontecer, qual a outra solução? O sujeito não está no estádio pelo amor ao time? Então, punindo o time ele vai pensar duas vezes antes de fazer essa babaquice. E um vai policiando o outro. É claro que tem que se fazer uma investigação para saber se isso partiu de fato de determinada torcida. Até pra não haver armação de ninguém. Mas punição tem que ter. E radical.

Soube que o Rivaldo, presidente do Mogi Mirim, ficou bravo com essa minha opinião. Mas ele só está vendo o lado político como dirigente. O que devia fazer é o possível para banir esses babacas que pisaram no estádio do Sapão. Isso sim. Honrar o craque que foi e negro que é.

Tags : racismo