Blog do Neto

Arquivo : julho 2014

Time grande não cai?
Comentários 68

Neto

Palmeiras foi rebaixado a segunda vez em 2012

Palmeiras foi rebaixado a segunda vez em 2012

Existiu um tempo em que as manobras feitas pelas entidades que administram o futebol minimizavam o rebaixamento dos maiores clubes do Brasil. Tanto é que cansei de ver fórmulas mirabolantes e nomes como Taça de Prata, Copa João Havelange, Módulos Verdes, Amarelos e afins só para evitar dizer que o time ‘A’ ou ‘B’ caiu de divisão. Pois é, de alguns anos para cá isso acabou. Tanto é que quase todos os maiores do País já andaram passeando pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Para se ter uma ideia, hoje em dia, dos 20 clubes que disputam a elite do futebol brasileiro apenas 5 podem se considerar ilesos do rebaixamento no modelo atual de Brasileirão: Flamengo, Santos, Cruzeiro, Inter e São Paulo. Sendo que o Tricolor do Morumbi foi rebaixado no Estadual de 90 e levou o título da temporada seguinte por uma manobra da Federação Paulista. Uma vergonha na época! Mas de fato no Brasileirão ainda não caiu.

E o descenso nada mais é que a “coroação” de uma péssima administração. Veja o caso do Flamengo atual. Piada de mau gosto! É o lanterna do campeonato fazendo uma campanha pífia. Isso é mais herança de péssimos cartolas que passaram por lá que agora está estourando no presidente Eduardo Bandeira de Mello. Não que ele não tenha culpa, é claro! Faltam muitas rodadas ainda, mas nessa pegada não vejo escapatória para o Mengão.

Agora clube grande não cai? Vacila pra ver! Se Palmeiras, Botafogo, Grêmio, Corinthians, Atlético/MG e tantos outros gigantes caíram, é questão de tempo para todo mundo rodar um dia.


Pitacos – Timão só empata, Cruzeiro dispara e Flamengo vai cair!
Comentários 93

Neto

pitacosEm Salvador, na Bahia, o Corinthians fez um joguinho bem mais ou menos contra o Vitória. E o empate meio sem graça somado a derrota inesperado do São Paulo para a Chapecoense serviu ao menos para o time do Mano Menezes assumir de forma isolada a vice-liderança da competição. Deu sono o jogo, mas pelo menos os corintianos não perderam fora de casa. Mas olha que o Luciano fez um gol legal ainda no primeiro tempo, hein? Tá louco juizão!

Quem aproveitou de fato a combinação de resultados foi o Cruzeiro. O líder do Brasileirão arrebentou com o time do Palmeiras e abriu 5 pontos na ponta. Vai ser difícil segurar os mineiros que estão embalados e apresentando um futebol de primeira linha. Agora o Verdão, hein? Que vexame! E o tal de Gareca que prometia ser a salvação da lavoura? Não conseguiu fazer nada. Mas sinceramente nem vejo culpa dele. Afinal sem ovos não tem como fazer omelete. Certo?

Agora vergonha mesmo vive o Flamengo. Tá louco! Perdeu 6 dos 11 jogos até aqui. Apenas uma vitória. Fez apenas 7 gols. Aí é brincadeira, né? Foi literalmente massacrado pelo Inter no Beira-Rio e segura a lanterna entre 20 clubes. Como pode? Só posso acreditar que seja a união de uma péssima administração com um elenco de qualidade discutível. Ou querem derrubar o Ney Franco. Não tem outra hipótese. A verdade é que se continuar assim e ninguém se mexer o Flamengo vai ser rebaixado para a Segundona a primeira vez em sua história. E aí presidente? Vamos trabalhar?

Tags : pitacos


Dunga só daria certo se esquecesse o eterno trauma
Comentários 60

Neto

Geração de 90 ficou marcada como a "Era Dunga"

Geração de 90 ficou marcada como a “Era Dunga”

Conheço o Dunga desde garoto. Defendemos algumas vezes as Seleções de base do Brasil. Já jogamos juntos inclusive na Seleção principal. Mas sei que desde a eliminação na Copa de 90, que ficou injustamente marcada como a ‘Era Dunga’, ele ficou meio traumatizado. Pegaram pesado mesmo e desde então ele não absorveu aquilo. Por incrível que pareça o sentimento de revolta não diluiu nem com a conquista do tetracampeonato nos Estados Unidos quatro anos mais tarde.

Duas décadas depois de 90, já mais maduro como comandante técnico do Mundial da África, o Dunga tratou muito mal a imprensa. Muito em função dos problemas do passado. De alguma forma ele não percebeu que a mídia fazia parte da engrenagem de uma Copa do Mundo. Não entendeu que a maioria estava ali para informar as novidades do nosso time brasileiro. Ninguém estava contra o profissional Dunga. Infelizmente ele não pensou desta forma e contaminou o ambiente de trabalho. Foi horrível.

Até por isso fico receoso quanto a um retorno do Dunga no comando da Seleção. Acho que ele ainda não superou o eterno trauma pelas gozações da eliminação de 90. O que particularmente considero uma bobagem.

Pra falar bem a verdade acho o Dunga um mito como jogador. Marcou uma página importante do esporte nacional. Se ele esquecesse um pouco o passado talvez tivéssemos esperança de um futuro promissor. Mas com toda a sinceridade não acredito muito nisso.

Toda paulada que vier como treinador volta pra ele dobrada. Consequência de um comportamento questionável.


É ético?
Comentários 59

Neto

Ex-empresário, Gilmar Rinaldi foi anunciado como coordenador de Seleções da CBF

Ex-empresário, Gilmar Rinaldi foi anunciado como coordenador de Seleções da CBF

Depois de dizimar a comissão técnica brasileira, a cúpula da CBF começou a tentar formar um novo grupo de trabalho. Para coordenar todas as Seleções (inclusive a de base), a entidade anunciou o ex-goleiro Gilmar Rinaldi. Para quem não lembra o Gilmar foi um ex-goleiro de sucesso que brilhou no Inter, São Paulo, Flamengo e fez parte do grupo que conquistou o tetracampeonato mundial nos Estados Unidos.

Não há dúvida, pelo menos pra mim, que o Gilmar é um cara decente, honesto e extremamente profissional. Sabe muito de futebol e pode sim contribuir para o crescimento do futebol brasileiro. Minha dúvida é saber se ele vai conseguir se adaptar na função, tendo em vista que durante mais de uma década ele exerceu o cargo de empresário de jogadores. Ou seja, é ético o cara assumir um cargo onde teoricamente poderia se beneficiar no futuro? É bom que se diga que ao aceitar o emprego da CBF ele anunciou o fim das atividades de agente Fifa. Ainda assim está muito claro que isso sempre será uma sombra no seu trabalho.

Logo de cara está todo mundo achando que o Gilmar traria o Dunga novamente para dirigir a Seleção Brasileira. Até pela relação próxima que os dois tiveram na época em que jogavam juntos. Será verdade? Pra mim se quiser dar certo na função o Gilmar terá que ser isento de todos os lados. Agir de maneira independente e tentar ser o mais ético possível.

Ética. Pra falar verdade não vejo ligação dessa palavra com a CBF. Por mais que me esforce.


Pitacos – Timão vence 1ª na Arena e Verdão ‘gringo’ perde clássico
Comentários 58

Neto

pitacosEm sua reestreia na Arena após a Copa do Mundo o Corinthians apresentou um futebol convincente, superou o Internacional e assumiu a vice-liderança do Brasileirão. Independente das minhas críticas ao técnico Mano Menezes, acredito que ele conseguiu encontrar um equilíbrio defensivo para a equipe e contou com as boas contratações do clube. O quadrado de meio com Ralf, Petros, Elias e Jadson é de candidato ao título. Aliás é exatamente o que penso. A partir de agora se o Timão conseguir embalar uns quatro resultados positivos dificilmente alguém segura. Ah, claro que pra esse sucesso se consolidar o Guerrero precisa se manter em atividade. Ele é fundamental para a engrenagem lá na frente.

E o Palmeiras? Que coisa, hein? Até pensei que a saída do Valdívia traria uma nuvem mais positiva para o time. Mas que nada! Mostrando um futebolzinho de dar sono, o Verdão foi engolido pelo jovem Peixe do técnico Oswaldo de Oliveira. Com direito ao primeiro gol da carreira do zagueiro Bruno Uvini, ex-São Paulo. Pra falar a verdade não acho o time santista lá essas coisas. Mas o Palmeiras consegue estar bem pior. E olha que tinha gente achando que essa legião de gringos daria resultado, hein? Claro que ainda é cedo pra afirmar. Mas se o comandante argentino Gareca não tiver bons reforços em mãos, a vaca vai para o brejo.

Em uma baita de uma boa fase segue o Cruzeiro. Que bola redonda que os atuais campeões brasileiros seguem jogando! De encher os olhos! Massacraram o Vitória sem dó nem piedade e se consolidaram como o ataque mais positivo da competição. Pra mim vai brigar até o fim pelo título juntamente com Corinthians, São Paulo e Fluminense.

Tags : pitacos


Uns chinelos que vão… outros que ficam…
Comentários 96

Neto

Valdívia deixou o Palmeiras rumo aos Emirados Árabes

Valdívia deixou o Palmeiras rumo aos Emirados Árabes

A eliminação do Brasil na Copa mostrou para o mundo que nossa fábrica de talentos não anda lá essas coisas. Em compensação a fábrica de chinelinhos anda de vento em popa. Impressionante! Vejam o caso do São Paulo. É quase uma enfermaria. Não bastasse os jogadores que vivem lesionados e o próprio Pato, que não vem fazendo nada em campo, a diretoria contratou o Kaká. Com todo o respeito a ele, que fez história no Milan e foi eleito o melhor do mundo em 2007, desde que teve o problema no quadril e foi para o Real Madrid, parou de jogar.

E no Corinthians? Pelo amor de Deus! O Renato Augusto não joga nunca! Os amigos da imprensa que cobrem os treinamentos falam que ele é um leão. Arrebenta! Mas jogo que é bom, nada. Vestiu muito pouco a camisa do Timão. Viveu lesionado desde que chegou e fez pouquíssimos gols. É bom de bola? Claro que é. Mas se não estiver na arena não adianta nada.

Agora o ‘Rei’ do chinelo finalmente se despediu do futebol brasileiro. Ele mesmo! Valdívia! O clube está soltando rojão por ter vendido ele por pouco mais de 5 milhões de euros. Poxa vida! Em quatro anos de contrato o Verdão gastou o dobro disso com ele só em salários. E olha que ele jogou apenas 40% dos jogos do time nesse período. Mas ‘El Mago’ conseguiu uma proeza. Ele hipnotizou parte da torcida, que tem idolatria por ele. Incrível. O que uma penteada na bola não faz, hein?

Acho que já está mais do que na hora dos clubes reverem suas categorias de base. Tem que formar jogador de qualidade ao invés de contratar gente baleada em fim de carreira. Essa é a realidade. Isso certamente vai influenciar positivamente no futuro do futebol brasileiro.

Esses caras me lembram aquela marca conhecida que no passado vendia um par de chinelo bem baratinho. Agora querem uma fortuna. Tem uns por 100 reais. No futebol as coisas estão bem parecidas. É brincadeira?


Quem deve substituir Felipão na Seleção?
Comentários 187

Neto

Muricy aguarda nova oportunidade para assumir a Seleção. Agora vai???

Muricy aguarda nova oportunidade para assumir a Seleção. Agora vai???

A Copa do Mundo já é passado. O Felipão também. O treinador anunciou sua demissão e pelo visto não vai deixar saudades. Mas a pergunta que fica nesse momento é: quem vai ocupar seu cargo? Possíveis nomes é o que não faltam. Chegam até ao ponto de cogitar o espanhol Guardiola, que pra mim não passa de um sonho distante. A verdade é que dificilmente a CBF trará um nome gringo. Mesmo com as especulações de Sabella e Manuel Pelegrinni (atualmente no Manchester City), sinceramente acredito que o posto será ocupado mesmo por um profissional brasileiro. Se fosse pra contratar um cara de fora minha preferência pessoal seria o argentino Jorge Sampaoli, que comandou a Seleção do Chile na Copa. Gosto do estilo dele.

Mas o maior candidato pra mim é o Muricy Ramalho. Fontes ligadas a CBF me disseram que ele é o nome mais cogitado pelos cartolas (leia-se Marín e Marco Polo Del Nero) para assumir a Seleção Brasileira. Para quem não se lembra em 2010 ele já tinha sido convidado pelo ex-presidente Ricardo Teixeira. Na ocasião, por ter contrato com o Fluminense, recusou a proposta. Essa personalidade do Muricy deixou alguns indignados e outros surpresos com tamanha personalidade e desprendimento de vaidades. E é justamente isso um dos fatores que cativa a cúpula da entidade.

Agora se for falar de merecimento e boa fase, o nome ideal seria o do Tite. O que ele ganhou com o Corinthians recentemente impressionou. Formou um grupo bom e soube trabalhar o vestiário com inteligência. Se puder escolher os nomes acho que faria um excelente trabalho com o Brasil. Mas depõe contra ele o fato de ser gaúcho e de tática reconhecidamente defensiva, pensamento parecido ao do antecessor.

Mas fica a dúvida. Em princípio, só pra dar um migué, o Marín deverá anunciar o Gallo como interino. Será o fôlego para pensar em um bom nome. Enquanto isso a torcida brasileira ficará na expectativa.


Questões políticas elegeram Messi o melhor da Copa?
Comentários 94

Neto

Messi foi bem na Copa do Brasil. Mas nem tanto...

Messi foi bem na Copa do Brasil. Mas nem tanto…

Já não é de hoje que a Fifa causa estranheza em algumas atitudes. O que mais me incomoda é quando as questões políticas superam o desempenho dos jogadores dentro do gramado. Vejam o caso da eleição do ‘Bola de Ouro’ desta Copa. Eles escolheram o Messi como o craque da competição. De fato o argentino esteve bem e decidiu os primeiros jogos dos hermanos. Mas na reta final não demonstrou o conhecido poder de decisão. Aliás, esteve longe de brilhar na semifinal e na final.

Só para dar alguns exemplos achei o holandês Robben muito mais atuante que o camisa 10 da Argentina. Ele foi genial do início ao fim do torneio. Outro cara que arrebentou nesta Copa foi o alemão Neuer. Que goleiro é esse? Tá louco. Ele ganhou o prêmio de melhor na posição mas merecia muito mais. Pra falar a verdade até o colombiano James Rodriguez poderia ter entrado nessa briga. Mas como ele já foi o artilheiro, preferiram ignorá-lo.

A verdade é que o Messi fechou sua terceira Copa com esse vice-campeonato. Nas outras duas ele passou batido junto com a campanha ridícula da sua Seleção. E como ele atuou razoavelmente bem nesta edição, a Fifa nunca perderia a oportunidade de marcá-lo na galeria de craques. Até para valorizar o evento. E valorizar o evento leia-se patrocinadores e afins.

Isso já havia acontecido em 2002, por exemplo, quando Ronaldo e Rivaldo arrebentaram na Coréia e Japão. Mas naquela ocasião eles deram migué com a escolha do alemão Oliver Kahn. Disseram que a eleição era feita antes da final. Brincadeira, né? Essa politicagem da entidade máxima do futebol me dá dor de barriga.


Tetra com justiça! Parabéns Alemanha!!!
Comentários 88

Neto

Gotze chuta para fazer o gol do tetra da Alemanha

Gotze chuta para fazer o gol do tetra da Alemanha

Com muito orgulho acompanhei a final da Copa do Mundo bem de pertinho. Da cabine da Band no grandioso estádio do Maracanã vi uma equipe argentina guerreira, que soube estudar o adversário e deu aula na Seleção Brasileira do Felipão. Mas ainda assim toda a garra dos hermanos foi insuficiente para superar a força do futebol alemão. Esses caras foram impressionantes durante o período que estiveram no nosso País. Primeiro fora de campo, onde se prepararam com inteligência e profissionalismo. Uniu a isso um trabalho interessante para cativar o povo brasileiro. Vestiram uniforme similar ao do Flamengo, rodaram as mídias sociais torcendo pelo Brasil e interagindo com o nosso povo. Cantaram até o tradicional hino do Bahia. Que beleza!

E dentro de campo? Pelo amor de Deus! Desde a Copa de 2006 eles vem fazendo um trabalho de renovação da safra de jogadores. Só fera que começou com o Lahm, Schweinsteiger (êita nome difícil!), Podolsky e seguiu agora com meninos de valor como esse Mario Gotze. Aliás, que golaço, viu! Nessa mistura veio como fruto essa merecida conquista. O tetracampeonato mundial.

Apesar de todas as críticas, umas merecidas e outras não, a Copa no Brasil foi um sucesso. Nesses milhares de quilômetros que rodei pelo País não tive um problema. Nem em aeroportos, nem nos acessos e muito menos nos estádios. É claro que toda a grana poderia ser melhor investida. Pra de certa forma ajudar nosso povo. O tal legado tão exaltado por todos nós.

De qualquer forma valeu. E valeu mais ainda porque tivemos duas Seleções guerreiras fazendo um grande espetáculo. E venceu o melhor. Venceu a Alemanha! Parabéns!!!

Ah, serviu também para o Brasil abrir o olho. Mais dentro de campo do que fora. Fica a dica.


Triste fim do ex-melhor futebol do mundo
Comentários 354

Neto

Brasil perdeu para a Holanda o jogo e a disputa do terceiro lugar

Brasil perdeu para a Holanda o jogo e a disputa do terceiro lugar

Quando criança cresci vendo grandes jogadores na Seleção Brasileira. Eram timaços com Rivellino, Dirceu Lopes, Jairzinho, Paulo César Caju e muitos outros. Com o passar dos anos nunca perdemos a nossa essência. Até durante a fila de 24 anos sem títulos mundiais, de 1970 a 94, sempre cultivamos gerações de craques. Afinal quem não se lembra da turma do Telê da Copa de 82? Pelo amor de Deus! Um amontoado de gênios da bola que não conquistou nada. Um verdadeiro desperdício. Mas foi tão marcante que não dá pra esquecer de Zico, Sócrates, Falcão, Cerezo e companhia.

Depois teve a base do tetra de 94 que, apesar de muito criticada pelo pragmatismo, era muito boa. Grandes zagueiros, excelentes meias, laterais de extrema categoria e uma dupla formada por Romário e Bebeto lá na frente. E com direito a Ronaldo e Müller no banco. É brincadeira? Depois uma nova safra chegou com Ronaldo, Ronaldinho, Rivaldo e muitos outros. Estava consolidado o pentacampeonato do mundo e a fama de melhor futebol do planeta.

Sei lá! Alguma coisa aconteceu nos últimos anos. Com os problemas físicos de Kaká, o sumiço de Adriano e o baixo rendimento de Robinho, nossa Seleção ficou orfã. A fonte parece ter secado. Estranho. Nos limitamos a apenas um craque: Neymar. Do restante apenas bons jogadores. Sem o comando ideal passamos vergonha na Copa do Brasil. Fomos eliminados jogando uma bolinha pequena e sofrendo a pior goleada da história dos Mundiais: um humilhante 7 a 1 para a Alemanha. Não bastasse isso deixamos escapar o terceiro lugar levando um 3 a 0 dos holandeses. Fim melancólico.

O duro não é isso. O duro é tentar encontrar uma luz no fim do túnel. Reencontrar nossos craques. Tá difícil.